quinta-feira, janeiro 31, 2008

Como a moderna “ciência” torce o sentido da morte e canibaliza e comercializa os “mortos”


Li há pouco tempo um artigo surpreendente sobre a morte, experiências de quase-morte, doação de órgãos e fraudes com lucros em cima da venda de órgãos humanos (isso é mais comum do que poderíamos imaginar!), transplantes, desacordo da classe médica sobre a “morte cerebral”, aborto, pílula, diagnósticos errados e outras coisas mais. Assustador! Muito interessante mesmo!

Vejam este trecho:


“A verdade é que a ciência médica, sendo finita em sua sabedoria, muitas vezes calcula mal. O jornal Daily Mail de 18 de julho de 2000, da Inglaterra, relata: “Quase metade dos pacientes considerados em ‘estado vegetativo’ em conseqüência de danos cerebrais foram diagnosticados de maneira errada, de acordo com um alarmante estudo científico. As descobertas… indicam que muitos pacientes que são diagnosticados como em persistente estado vegetativo podem na realidade estar conscientes do que ocorre ao seu redor…”


Recomendo a leitura. Precisamos nos informar melhor sobre o que ocorre à nossa volta.


Fiquem com Deus!





3 comentários:

  1. A verdade � que eu morro de medo destas coisas.

    Beij�o!!

    http://www.ramsessecxxi.blogger.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Seu blog é muito especial e serve como um verdadeiro instrumento de esclarecimento para as pessoas que vem visitá-la. Gostaria que soubesse que estou muito feliz por ter linkado meu blog aqui. Não tenho tido muito tempo de atualizá-lo mas coloquei um lindo post musical ontem. Se quiser ir lá ver (e ouvir...) Paz de Cristo!

    ResponderExcluir
  3. Romero, muito obrigada! Seu blog é muito bom, por isso "linkei" aqui.

    Fique com Deus!

    ResponderExcluir

Antes de fazer seu comentário: ele deve ser relacionado ao post, e feito respeitosamente. Reservo-me o direito de não publicar comentários que julgue desnecessários ou desrespeitosos. Os comentários não expressam a minha opinião e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.