quarta-feira, maio 07, 2008

Angústia cristã




Desde que me tornei cristã passei a viver uma angústia diferente daquela vivida pelos céticos e sartreanos por aí. É uma angústia que não leva ao desespero, apenas ao medo de não ser aceita por Deus. É calcada também no fato de agora eu acreditar que a vida é uma só e a chance de uma vida melhor eu devo agarrar agora, sendo que essa vida melhor é o Céu, eterno. Não há volta, não há mais escolhas a serem feitas. Ou eu sou salva agora ou pereço. É tudo ou nada. Mas esse "nada" é o inferno. É angustiante! Não sofria com isso antes, mas não troco a vida que tenho agora, de cristã, pela que tinha antes, cheia de um otimismo estúpido e irreal.

A realidade é dura e bela ao mesmo tempo. E a maior beleza é ter a esperança de que Deus nos ama tanto e é tão misericordioso que pode aceitar em Sua presença pecadores como nós.