segunda-feira, janeiro 12, 2009

O testemunho místico de Gloria Polo







Tomei conhecimento do testemunho de Gloria Polo e quero dividir com vocês esta boa notícia. Acessem a página dela para ouvir seu testemunho, ver o vídeo, ler os textos. Vale a pena, é impressionante! Está tudo organizado e documentado.

Há uma entrevista dela, a uma rádio colombiana, que está traduzida para a língua portuguesa e faz um resumo de sua experiência. Recomendo a leitura.

Abaixo duas mensagens dela:



Irmãos em Jesus Cristo, Nosso Senhor:
Antes de falar mal da Igreja Católica, - Conheça-a primeiro


"...Eu sou o pão vivo, o que desceu do Céu: se algum comer deste pão, viverá eternamente; e o pão que Eu hei-de dar é a minha carne, pela vida do mundo... Quem realmente come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna e Eu hei-de ressuscitá-lo no último dia ..." (São João 6, 51 e 54)


Treze anos desta maravilhosa experiência, um presente de Deus, dando-me a Graça de ser Católica.
Como me doem os anos anteriores em que fui uma católica de dieta; Bendito seja Deus, por me ter dado a Igreja Católioca como Mãe.
Amo profundamente o seu Papa, os seus sacerdotes e suas ordens relegiosas. Sou-lhe totalmente obediente, porque foi este o mandato que Cristo nosso Senhor me deu, quando me permitiu regressar.
Nas minhas profundas experiências quando da adoração ao Santíssimo Sacramento, eu indigna e pobre serva do Senhor, encontrei as delícias, a Paz e o Amor, os antícipios do Paraíso.
Convido os meus irmãos que antes de falar mal da Igreja Católica, a conhecê-la primeiro. Vos convido a serem adoradores; quem visita diariamente Jesus Sacramentado, jamais será confundido, porque Ele próprio imprimirá dentro de cada criatura o amor e agradecimento pela santa Igreja Mãe.
Amo-vos no amor de Jesus Cristo

***

Deus deu-me a Missão e disse-me: "Isto não irás repetir só mil vezes, mas sim mil vezes mil e ai daqueles que te ouvirem e não se modificarem, porque serão julgados com mais severidade como tu também o serás, quando do teu segundo regresso, assim como os meus Ungidos ou qualquer dos teus ouvintes, porque não existe surdo pior, do que aquele que não quer ouvir nem cego pior do que aquele que não quer ver.”

Gloria Polo