quinta-feira, novembro 05, 2009

Dedique os frutos de suas ações a Deus e seja livre



Gostaria muito de sempre me lembrar de dedicar o fruto de minhas boas ações a Deus.  Quero mais e mais fazer isso. Também seria ótimo se eu não exigisse coisas em troca do que faço. Bom, isso cada vez mais em minha caminhada vai deixando de acontecer, mas acontece. Queria nunca ter que pedir ou pensar em querer nada em troca. Nada. Realmente gostaria de ter uma mente muito tranqüila que deixasse que Ele se encarregasse de trazer o que preciso.

Hoje em dia eu oro todas as manhãs oferecendo os frutos de minhas ações, pensamentos, sentimentos, tudo o que eu tiver ou que acontecer comigo, a Deus. Ofereço tudo a Ele.

Eu até oro assim: “Deus, se for de Sua vontade, que assim seja”. Mas há momentos que chega quase a doer ter de fazer uma oração dessas, pois a vontade que dá é de conseguir as coisas do meu jeito.Todo mundo quer algo, mas nem sempre sabe se aquilo é o melhor mesmo. Então o melhor é deixar que Aquele-que-Tudo-Sabe guie cada um até o que precisa.

“Deus ajuda a quem cedo madruga”. A verdade é que se eu fizer a minha parte, Ele faz a Dele. Não é assim? Mas nem tudo acontece como eu quero, quando eu madrugo e fico esperando porque nem tudo me convém. Ele sabe melhor do que eu o que é bom para mim. E qual o momento adequado para as coisas acontecerem.

Sim, sim é bom também lembrar de agradecer a Deus e a todas as pessoas. É graças a todos eles que eu aprendo, cresço e caminho rumo à felicidade eterna. Afinal de contas, a esperança é a última que morre!

É libertador oferecer os frutos das ações, pensamentos e sentimentos a Deus. Não consigo explicar isso, mas sinto essa liberdade. Simplesmente ao fazer isso eu vou abrindo mão do controle. Ao me entregar mais e mais a Ele, fico mais feliz, me sinto mais perto Dele, de alguma forma.
vida

2 comentários:

  1. Olá, irmãzinha! Vim te contar uma coisa MARAVILHOSA! Ontem eu me casei na Igreja, mas o mais importante não foi isso. O mais importante é que, na mesma cerimônia do casamento fizemos a nossa primeira Eucaristia, eu e Hana...

    E foi... foi MARAVILHOSO, foi como se toneladas tivessem sido retiradas de cima das minhas costas. Antes não comungávamos, por não sermos casados, e porque o meu outro casamento ainda estava em processo de nulidade na Igreja. Há pouco mais de um mês, porém, o processo chegou a termo: meu casamento anterior foi considerado nulo, inválido (nunca existiu, perante a Igreja), pelo Tribunal Eclesiástico. E assim, estávamos finalmente aptos a sacralizar nossa união, eu e Hana, e começar a participar da Comunhão da Igreja com Cristo.

    Mais: para casar, precisei me confessar, algo que nunca tinha feito antes. Fiz a confissão com um Frei, numa antiga e histórica paróquia aqui do centro de SP.

    42 anos de pecados... Quando terminei de contar tantas e tantas 'podreiras', o frei me perguntou: "Você sabe da autoridade que me foi concedida?" - E eu respondi: "Sim, eu sei" - Autoridade concedida pelo próprio Cristo ao Magistério da Igreja. - Eu nunca havia me sentido tão pesado pelos meus pecados (ao longo desses 42 anos, cometi pecados realmente 'cabeludos'...). Então ele olhou para mim e me disse: "Pois em nome dessa autoridade eu te absolvo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo"...

    Puxa, foi uma sensação de alívio absurda, indescritível... Como saí leve daquele confessionário... E fiz questão de obter também a minha indulgência plenária, como me recomendou o frei: fui até o cemitério fazer orações pelas almas sofredoras, nossos irmãos que morreram sem a Plena Comunhão, e também pelo nosso pastor maior nesta terra, o santo Papa.

    Bem, e ontem, finalmente, pela primeira vez na minha vida, eu recebi a Sagrada Eucaristia. Não posso descrever como foi, o que senti e os efeitos que provocou em mim. Sou um novo homem, sinto que tudo mudou em minha vida. O que esperava que acontecesse quando me batizei na igreja batista (contei no meu blog) aconteceu agora, que recebi o Pão do Céu.

    Fiz questão de vir te contar, porque sei que você realmente é uma irmã em Cristo. Até breve, e que a Paz de Nosso Senhor a acompanhe, sempre!

    ResponderExcluir
  2. Que maravilha, meu amigo! Fico muito feliz com isso! Glória a Deus!!!

    Que coisa boa receber essa notícia hoje, em um domingo! ;)

    Que Nosso Senhor te abençoe muito, abençoe sua família e que vocês de agora em diante possam sempre participar da Eucaristia! É tão mágico, tão lindo, tão santo! Deus é muito bom mesmo!

    Parabéns!!!

    Abração!

    ResponderExcluir

Antes de fazer seu comentário: ele deve ser relacionado ao post, e feito respeitosamente. Reservo-me o direito de não publicar comentários que julgue desnecessários ou desrespeitosos. Os comentários não expressam a minha opinião e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.