quarta-feira, novembro 18, 2009

Espero a tua misericórdia

vida
Às vezes a aridez da alma é tanta que a dificuldade de orar se torna enorme. Parece que o terço pesa nas mãos, a cabeça vai longe e é um custo para voltar. A atenção tem que ser redobrada, porque não há doçura, tudo está confuso, a mente em turbilhão e o corpo cansado ou inquieto.

Mas não desisto e oro assim mesmo. Sei que Deus é misericordioso, aceita mesmo as orações de gente que não é santa. Sei que Ele me ama! Não sei por que, mas é assim.

São fases difíceis, altos e baixos, uma certa indolência e preguiça, uma certa falta de vontade de cumprir as tarefas espirituais. Mas sei que isso é uma fase e tenho esperança que vou estar com Deus um dia. Creio na misericórdia divina!

Sei também que isso não é nenhuma novidade na vida do cristão. Muitos passaram e passam por isso. Mas se Deus permite tal secura é porque Ele sabe o quanto podemos suportar e sabe também qual o propósito disso tudo.

Eu Vos amo, Senhor e não desisto de Ti. Por mais que eu me sinta incapaz e inferior, não importa! Eu Te busco, sempre Te busquei e sei que o Senhor me quer também, mesmo sendo como eu sou.

A esperança deve andar sempre conosco!

Espero a tua misericórdia, meu Deus!
vida