segunda-feira, junho 28, 2010

A importância da imagem do Senhor Crucificado




“Nosso divino Redentor quis ser representado e exposto sobre os altares, não sob o aspecto glorioso, mas crucificado, para termos sempre diante de nós seus desprezos. Vendo-o assim, os santos também se alegravam quando desprezados na terra.”

(Santo Afonso de Ligório)*




É interessante pensar como que para as pessoas no mundo de hoje, infectadas que estão com o vírus do hedonismo, olhar para um crucifixo é algo penoso. Por isso tentam a todo custo retirá-los de onde quer que estejam, e quando não querem passar por candidatos ao inferno, simplesmente retiram Nosso Senhor do madeiro e apresentam a cruz somente, chamando de idólatras os que respeitam a Deus verdadeiramente e adoram o Seu Filho na Cruz Santa.

Mas já dizem as Sagradas Escrituras que a cruz é escândalo para os que não são de Deus. Não compreende este mistério quem não consegue se alegrar, por mínimo que seja, com os desprezos do mundo. E quem se assim se alegra, caminha junto com Cristo e não pode nunca deixar de amar e admirar a Cruz, símbolo da vitória do Céu contra as trevas.

Tristes os que fogem do crucificado, pois que arrumam para si novidades, com medo de encarar a verdade.


_______________________

(Ligório, Santo Afonso. A Prática do Amor a Jesus Cristo. 18 ed. Aparecida, SP: Editora Santuário, 1996. pg. 120)