sexta-feira, junho 04, 2010

A incompatibilidade entre o Catolicismo e o Espiritismo:

vida
Porque tantas pessoas hoje dão ouvidos às pseudo-doutrinas espíritas?

São Paulo Apóstolo responde:

“O Espírito diz expressamente que, nos tempos vindouros, alguns hão de apostatar da fé, dando ouvidos a espíritos embusteiros e a doutrinas diabólicas” (1º Tim. 4,1)

“Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si.” (2º Tim. 4,3)

Mas, ainda que alguém – nós ou um anjo baixado do céu – vos anunciasse um evangelho diferente do que vos temos anunciado, que ele seja anátema.” (Gal. 1,8)
Como é que católicos se metem a freqüentar centros espíritas, a assistir novelas de cunho espírita (dando dinheiro para que sejam ditas mentiras que podem perder almas), e a achar que certos nomes do espiritismo são louváveis? Por certo estes católicos não conhecem estas passagens de duas obras espíritas de renome – uma de Leon Denis, grande nome do espiritismo e outra do próprio codificador da doutrina espírita, Alan Kardec:

“Chegará a ocasião em que o catolicismo, seus dogmas e práticas não serão mais do que vagas reminiscências quase apagadas da memória dos homens, como o são para nós os paganismos romanos e escandinavos.” (Leon Denis. Depois da morte. p.80).

“Cumpre nos façamos compreensíveis. Se alguém tem uma convicção bem firmada sobre uma doutrina, ainda que falsa, necessário é que lhe tiremos essa convicção, mas pouco a pouco. Por isso é que muitas vezes nos servimos de seus termos e aparentamos abundar nas suas idéias: é para que não fique de súbito ofuscado e não deixe de se instruir conosco.” (Allan Kardec, Livro dos Médiuns, FEB, 62a. edição, 2a. parte, Cap. XXVII no.301 pp.399-400).

Vejam que eles mesmos dizem que o catolicismo será destruído, quando o próprio Senhor disse que contra a Igreja “as portas do inferno não prevalecerão”. Em quem vocês, católicos metidos a espíritas, preferem acreditar? O Evangelho é verdadeiro, logo o que o contradiz é mentira e sabemos muito bem que é o pai da mentira...

Vejam também a mentalidade ardilosa do Sr. Kardec que ensina a fingir, a ter uma linguagem falsa para atrair os não espíritas às suas fileiras! Em vez de dizerem logo aquilo que são e no que crêem, eles se fazem de cristãos, para melhor enganar! E isso é ensinado pelo próprio codificador da doutrina! Linguagem dúbia, própria de quem tem língua bífida como a da serpente!

Que os católicos acordem e deixem de dar ouvidos às mentiras do espiritismo e que os espíritas abram os olhos também e se deixem tocar pelo Espírito Santo de Deus! Eu também fui espírita e hoje, com a graça de Deus estou aqui, na esperança de ir para o Céu, viajando na Barca de Pedro que é a Santa Igreja Católica.

Quem tiver olhos de ver, que veja!
___________

Recomendo a leitura de dois posts de Jorge Ferraz sobre a incompatibilidade entre o Catolicismo e o Espiritismo:


Kardec e Talião

Sobre Espiritismo e Catolicismo