sexta-feira, julho 23, 2010

Saúdo Maria porque é bela



“Saúdo Maria porque é bela e o crescente da lua lhe fica sob os pés, e porque estou só e preciso de falar a alguém que me ouça com bondade. Então, desembalo todos meus aborrecimentos. Queixo-me a Maria de minha solidão e fico menos só.
Digo-lhe que tenho um coração humano, e que este coração sente frio por não estar aqui quem eu amo, e ela compreende porque é Mãe de toda a humanidade.”

(Julien Green. Convertidos do Século XX. Segunda Série. Editora Agir: Rio de Janeiro, 1967)