sexta-feira, outubro 22, 2010

Os doentes modernos


Só mesmo uma sociedade doente como a nossa “iluminada” e descristianizada sociedade moderna pode gerar seres que não buscam o sentido das coisas, que preferem se anestesiar e viver no mundo da imaginação onde tudo é rosado e brilhante, fechando os olhos para a realidade, vivendo perigosamente à beira do abismo.

Quantos e quantos vivem hoje assim, sem pensar no amanhã, sem querer saber por que estão aqui e para onde irão? São muitos, muitos, formam uma legião...

Os doentes modernos pensam que são muito independentes, mas seguem instruções do mesmo modo que os cristãos buscam seguir as instruções de Deus. Somente que as instruções que eles seguem são feitas para a sua perdição.

Mas os “iluminados” modernos pensam que por se colocarem contra o cristianismo, contra a Igreja, são livres. Gente do Céu, quanta ilusão! Quanto orgulho, quanta falta de amor por si mesmo! Sim porque essas pessoas não vêem que estão prestes a cair num abismo sem chance de volta? Como eu temo por essa gente! Temo por mim, mas mais ainda pelos que desdenham do Criador e arrumam para si falsas doutrinas. Como é triste ver isso acontecer!

Como dói perceber o orgulho dos que se separam de Deus. Dói ver o quanto estão iludidos pensando que salvam a si próprios, pensando que no fim das vidas encontrarão o nada, pensando que podem escapar do Juízo. Como será para eles quando estiverem de frente com O Juiz?

Já pensaram nisso?