sexta-feira, novembro 26, 2010

O esporte no lugar da religião

vida
Gostei muito deste breve texto que li no blog Elias Propheta Prior, sobre o esporte
.
.
O modo como boa parte das pessoas lida com o esporte hoje em dia é algo que me desagrada muito, que beira o doentio, se já não é doença em si. Vejo crianças que mal sabem do que estão falando se esgoelando ao defender seus times de futebol. Vejo brigas, xingamentos, espancamentos, morte. Isso é quase loucura!
.
Os noticiários da tevê dão um espaço enorme aos eventos esportivos, as pessoas transformam esportistas em heróis.
.
Há tanta coisa importante para lidar no mundo, tanto para aprender e me dá pena ver como as pessoas perdem tempo com jogos de futebol, por exemplo. Não há problema em si nos esportes, não é disso que estou falando, o que quero dizer é que as pessoas tendem a exagerar, a mídia aumenta demais a importância do esporte e no fim das contas tudo perde o foco. O cristão que deveria se ocupar mais da vida espiritual passa a cultuar esportistas em vez de ter devoção pelos verdadeiros heróis: os santos. Em vez de louvar a Deus muitos preferem louvar um time de futebol ou um esportista famoso. Eu não estou exagerando. Isso existe. Há pessoas que se comprazem muito em conversar sobre esportes, mas não dedicam tempo suficiente para conversar ou pensar nas coisas de Deus. Isso é preocupante.
.
O mal está no exagero e nada disso é de graça. Essa atitude perante o esporte é como uma volta ao paganismo grego onde o ser humano era louvado por sua força física, por seu vigor e agilidade no esporte.
.
O que eu vejo hoje é que as pessoas valorizam demais algo que passa, que não vai fazer diferença real e positiva na vida espiritual da pessoa. A quem isso agrada?