terça-feira, abril 19, 2011

Miserere (Tende piedade)

vida

Concede-se indulgência parcial ao fiel que em espírito de penitência recitar o salmo Miserere (Sl 50 [51]).

Miserere (Tende piedade)



Tende piedade, ó meu Deus!
- Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão de vosso amor, purificai-me! - Do meu pecado, todo inteiro, me lavai, e apagai completamente a minha culpa! - Eu reconheço toda a minha iniqüidade, o meu pecado está sempre à minha frente. - Foi contra vós, só contra vós, que eu pequei, e pratiquei o que é mau aos vossos olhos.
- Mostrais assim quanto sois justo na sentença, e quanto é reto o julgamento que fazeis. - Vede, senhor, que eu nasci na iniqüidade e em pecado minha mãe me concebeu. - Mas vós amais os corações que são sinceros, na intimidade me ensinais a sabedoria.
- Aspergi-me e serei puro do pecado, e mais branco do que a neve ficarei.
- fazei-me ouvir cantos de festa e de alegria, e exultarão estes meus ossos que esmagastes. - Desviai o vosso olhar dos meus pecados e apagai todas as minhas transgressões! - Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido. - Ó Senhor, não me afasteis de vossa face, nem retireis de mim o vosso Santo Espírito! Dai-me de novo a alegria de ser salvo E confirmai-me com espírito generoso! - Ensinarei vosso caminho aos pecadores, e para vós se voltarão os transviados. - Da morte como pena, libertai-me, e minha língua exaltará vossa justiça! - Abri meus lábios, ó Senhor, para cantar, e minha boca anunciará vosso louvor! - Pois não são de vosso agrado os sacrifícios, e, se oferto um holocausto, o rejeitais.
- Meu sacrifício é minha alma penitente, não desprezeis um coração arrependido! - sede benigno com Sião, por vossa graça, reconstruí Jerusalém e os seus muros! - E aceitareis o verdadeiro sacrifício, os holocaustos e oblações em vosso altar! 

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre, pelos séculos dos séculos.
Amém.