quinta-feira, fevereiro 02, 2012

Estudantes confirmam os excessos carismáticos de Steubenville




O Espírito de Steubenville é protestante


Caro TIA,

Recentemente li o artigo de John Vennari "Fusão Catolicismo". Ele me atingiu em cheio porque eu não sou apenas um estudante na Universidade Franciscana de Steubenville (FUS), mas também um recém-convertido ao catolicismo. Minha experiência na FUS tem sido bastante decepcionante (como tem sido para muitos dos meus colegas). Uma razão pela qual eu deixei a minha denominação protestante foi para me distanciar do modo impertinente, infantil, guiado pelo entretenimento, irreverente, e dos, em última instância, diabólicos concertos de rock que são denominados como "adoração" ou "serviços de louvor."

Mas advinhe o que eu encontrei na FUS? Algo muito pior! Eu quase vomitei quando fui para minha primeira Missa "Carismática" na FUS, e jurei nunca mais ir a uma outra vez. Há certamente um espírito agindo no movimento carismático, mas não é o Espírito Santo. A FUS é católica apenas no nome, é de fato protestante. Meu pai protestante ia à Missa Carismática mencionada acima comigo e não tinha escrúpulos com ele: de fato, ele se perguntou por que ele não poderia receber a comunhão já que ele não discorda de nada do que se disse ou se fez durante esta "Missa".

Mas eu gostaria que os leitores do TIA soubessem que nem todos na FUS são Carismáticos ou estão entusiasmados com o movimento carismático. Embora eu não mencione nomes, eu conheço um número de pessoas que - em graus variados - desaprovam ou pelo menos estão receosos de Carismatismo. Isto também é verdade para um grupo significativo de estudantes. Muitos dos meus amigos e conhecidos não vão Missa no campus. Eles vão à Catedral de São Pedro (que oferece um Novus Ordo tradicional), ou a liturgias do rito oriental, ou para o indulto em Pittsburgh. Muitos que não conseguem sair do campus frequentam as liturgias mais tradicionais que são oferecidas no início do dia.

Entre os alunos de pré-teológica (aqueles que se preparam para ir para o seminário), o movimento carismático é um tema explosivo. Claro, a FUS continua a ser - como o artigo afirma, com razão - a "Meca" do Movimento Carismático. Meu ponto é que há um corpo crescente de estudantes que resiste a ela.

Há tanta coisa mais que eu poderia dizer, mas o artigo do Sr. Vennari disse tudo. Já que falta somente um ano até a minha formatura, vou terminar meu bacharelado na FUS. Peço que por favor retire o meu nome se publicar esta carta no site.

     Obrigado e que Deus os abençoe.

     K.D.

***

É desse jeito mesmo!

TIA,

Escrevo-te como um jovem estudante tradicional Católico que freqüentou a Universidade Franciscana de Steubenville por vários anos. Eu sabia que havia um forte movimento carismático lá, mas realmente não sabia o quão forte era até que eu cheguei lá. Quase todo mundo que você se encontra quer saber sobre a sua "experiência de conversão" e falar sobre isso. É como protestantes falando de encontrar Jesus. Foi demais para mim - mesmo com alguns dos bons professores e outros estudantes que concordaram comigo.
De qualquer forma, apenas para os seus leitores saibam que o artigo de John Vennari não foi exagerado, que é desse jeito mesmo. Obrigado por postar isso.

     No Sagrado Coração,

     J.W.


Original aqui.