quarta-feira, agosto 01, 2012

Indulgência da Porciúncula!


Meus irmãos, começou hoje o Perdão de Assis. Vejam aqui do que se trata e corram às igrejas mais próximas para rezar! Muito importante para a salvação das nossas almas e das de nossos queridos, além de beneficiar as Almas do Purgatório:
A Indulgência da Porciúncula somente era concedida a quem visitasse a Igreja de Santa Maria dos Anjos, entre à tarde do dia 1 agosto e o pôr-do-sol do dia 2 agosto.  Em 9 de julho   de 1910, o Papa  Pio X concedeu autorização aos bispos de todo o mundo, só naquele ano de 1910, para que designassem qualquer Igreja Pública de suas Dioceses, a fim de que também nelas, as pessoas recebessem a Indulgência da Porciúncula. (Acta Apostolicae Sedis, II, 1910, 443 sq.; Acta Ord. Frat. Min., XXIX, 1910, 226). Por último, este privilégio foi renovado por um tempo indefinido por  decreto da Sagrada Congregação de Indulgências, em 26 março de 1911 (Acta Apostolicae Sedis, III, 1911, 233-4). Significa dizer, que atualmente, qualquer Igreja Católica de qualquer país, tem o benefício da Indulgência que São Francisco conseguiu de JESUS para toda humanidade. Assim ganharão a Indulgência, todas as pessoas que estando em "estado de graça", visitarem uma Igreja nos dias mencionados, rezarem um CREDO, um PAI NOSSO e um GLÓRIA, suplicando ao CRIADOR o benefício da indulgência, e rezando também, um PAI NOSSO, uma AVE MARIA e um GLÓRIA, pelas intenções do Santo Padre o Papa. Poderão utilizar a Indulgência em seu próprio benefício, ou em favor de pessoas falecidas ou daquelas que necessitam de serem ajudadas na conversão do coração. Por outro lado, a   Indulgência é "toties quoties", quer dizer, pode ser recebida tantas vezes quanto à pessoa desejar (i.e., em cada ano, fazendo visitas a diversas Igrejas das 12 horas do dia 1º de Agosto até o entardecer do dia 2 de Agosto ). Sem dúvida, foi um precioso presente que São Francisco intercedeu junto ao SENHOR, em favor de todos os corações de boa vontade que amam a DEUS e almejam,  com o benefício da indulgência, poderem cumprir dignamente a sua missão existencial em direção ao CRIADOR.

Fonte: http://www.padrepio.catholicwebservices.com/PORTUGUES/Oracao.htm