quinta-feira, novembro 29, 2012

Uma Entrevista com Malachi Martin


Por Anthony Gonzales
Traduzido por Andrea Patrícia



Malachi Martin*, padre católico romano, autor de Best-sellers, eminente teólogo, correspondente, confidente de bispos e cardeais, pessoa de dentro do Vaticano, ex-professor de Teologia do Pontifício Instituto Bíblico e historiador perspicaz foi gentil o suficiente para responder a algumas perguntas que eu coloquei para sua consideração. Pe. Martin é provavelmente mais conhecido por seus livros mais vendidos: Reféns do Diabo, Os Jesuítas,  Vatican: The Final Conclave, The Keys of This Blood e The Decline and Fall of Roman Church, para citar apenas alguns. Eu conheço o padre Martin desde abril de 1991 e fui privilegiado o suficiente para passar algum bom tempo com este padre maravilhoso, e absorver tanta informação e sabedoria quanto eu pude. Nós já mantivemos contato através de correspondência e telefone. Recentemente enviei uma cópia do The Hammer a ele para que ele fizesse uma revisão. Na sua carta de resposta, ele declarou: "Eu gosto do tom e da precisão dos materiais (boletins) que você me enviou. Parabéns!". Ele também pediu alguns tópicos para discussão. Enviei-lhe uma lista. A seguir, a lista com suas respostas breves, mas pungentes. Espero que, no futuro, ter mais discussões aprofundadas com Pe. Malachi e, por sua vez, informar meus leitores das discussões subsequentes.

Caro padre Malachi:
As ideias que tenho são ao longo das linhas de trazer alguma esperança para os meus leitores, enquanto fazendo-os perceber a gravidade da situação, ao mesmo tempo. O que o senhor acha das seguintes ideias?

Anthony: Laudetia Jesus Christus
Uma resposta completa às oito perguntas multiplex em sua carta me levaria cerca de 40 horas de gravação. A única solução possível é uma série de breves respostas resumidas.
Pergunta:
1. O estado atual da Igreja é resultado da mudança dos ritos da liturgia? Se eles simplesmente queriam tornar a Missa "mais significativa" e oferecer um ambiente de maior "participação", por que eles tinham que mudar o rito em si? Por que eles não apenas introduziram o vernáculo em lugares apropriados do antigo rito?
Resposta:
Pe. Malachi: "O rito foi mudado por aqueles que queriam destruir a Missa"
Pergunta:
2. Existe uma conspiração para destruir a Igreja? Se afirmativo, por quem? Eles são simplesmente homens infiéis e mulheres que desejam mudar a Igreja à sua própria imagem tal como os líderes da revolução protestante, mas com menos integridade, ou aqueles por trás disso são muito mais subversivos e demoníacos?
Resposta:
Pe. Malachi: "Sim, existe tal conspiração apoiada por prelados católicos romanos e os inimigos de Cristo do lado de fora.”.
Pergunta:
3. O que o senhor acha das supostas aparições de Nossa Senhora em Medjugorje, na Bósnia-Herzegovina? Poderiam ser as falsas aparições outro meio pelo qual o diabo, uma facção conspiradora ou ambos estão tentando minar os ensinamentos da Igreja sobre dogmas importantes como o Extra Ecclesiam Nulla Salus [Fora da Igreja Não Há Salvação]? Isso não é a mesma coisa que o diabo faz, ou seja, misturar mentiras com a verdade, a fim de enganar e confundir até mesmo psicologicamente os eleitos?
Resposta:
Pe. Malachi: "Eu acho que Medjugorje é uma fraude satânica.”.
Pergunta:
4. Por que o Papa João Paulo II não "cortou as cabeças" dos bispos que desafiam sua autoridade e que estão em oposição direta à verdade da fé católica? Por que ele lhes permite destruir tantas almas sem castigá-los?
Resposta:
Pe. Malachi: “O Papa João Paulo II não acredita que ele, pessoalmente, tem autoridade para "cortar cabeças"”.
Pergunta:
5. A Nova Ordem Mundial está rapidamente se tornando uma realidade. Se continuarmos a votar nos homens e mulheres conservadores em cargos políticos eles podem virar o jogo?
Resposta:
Pe. Malachi: "Não. Os conservadores são os últimos a entender o que está acontecendo.”.
Pergunta:
6. A profecia (por cerca de 200 Santos) sobre os Três Dias de Escuridão é também uma parte do segredo de Fátima? Os santos também falam sobre a "Idade de Ouro" da Igreja, quando a China, Rússia, Inglaterra e Índia serão convertidos à Fé e haverá uma paz universal. Você acha que essas coisas vão acontecer em breve?
Resposta:
Pe. Malachi: "Sim, os Três Dias de Escuridão são parte de Fátima. Nós não temos datas fixas para qualquer coisa. Mas isso não pode continuar por muito mais tempo."
Pergunta:
7. Quando o Papa João Paulo II morrer, o que você acha que vai acontecer no Conclave? Poderia um Anti-Papa ser eleito para a Cátedra de Pedro? É possível que um Papa verdadeiramente tradicional seja eleito ou podemos esperar mais do mesmo ou pior?
Resposta:
Pe. Malachi: "O próximo Papa vai trazer ainda mais confusão na Igreja do que já existe."
Pergunta:
8. Em seu livro "Refém do Demônio" você confirma o fato de que os casos de possessão demoníaca são tradicionalmente raros. Devido ao aumento aparente na atividade demoníaca em todo o mundo durante os últimos 30 anos, você já viu quaisquer aumentos dramáticos nos casos de possessão ou obsessão recentemente?
Resposta:
Pe. Malachi: "Os casos de possessão e obsessão aumentaram cerca de 750% desde o início de 1970. Esta tem sido a minha experiência no setor Nordeste dos Estados Unidos.".

Bênçãos,
Pe. Malachi

Caro leitor, como você pode ver as respostas para as perguntas acima são provocantes e intrigantes. Espero continuar a minha correspondência com ele e mantê-lo informado de insights e explicações mais profundas para os temas e perguntas listados acima. Se você tiver mais interesse e desejar saber mais sobre temas específicos, por favor, sinta-se livre para escrever e vou passá-las ao padre Martin.
Obrigado, Padre, para tomar um tempo da sua movimentada agenda para responder às minhas perguntas. Eles foram concisas e ainda cheias de implicações para agora e para o futuro. Vamos todos ter confiança de que não importa o quão escuro parece que as coisas estão, Deus ainda está no controle. Nós só precisamos nos agarrar a Sua verdade revelada e ao nosso amor por Ele e uns aos outros.
Original aqui.


________________________________________
Notas da tradutora:

*O Padre Malachi Martin morreu em 1999. Ele foi jesuíta, mas muito antes de morrer ele se desligou da Ordem de Santo Inácio. Ele teve acesso ao Terceiro Segredo de Fátima, mas claro, nunca contou o que era, pois fez um juramento. Ele dizia que quem tinha que contar o Segredo era o Papa. O padre Martin sempre rezou a Missa Tradicional (Tridentina, Missa de Sempre).