segunda-feira, fevereiro 11, 2013

A Inocência Massacrada pelos Revolucionários em Vendéia



via



A autora Elena Maria Vidal comenta sobre a Revolução Francesa:
 
Os filhos de Louis XVI e Marie Antoinette não foram os únicos inocentes a sofrer durante a Revolução. Muitos franceses, particularmente os camponeses de Vendéia, se rebelaram contra a Liberdade, Igualdade e Fraternidade que foram impostas sobre eles através do derramamento de sangue. Eles se ressentiram por suas igrejas serem tomadas e eventualmente fechadas pela República, enquanto os padres eram assassinados ou exilados. Eles pegaram em armas, e o estudioso austríaco Eric von Keuhnelt-Leddihn descreve a áspera brutalidade que o governo Revolucionário exerceu sobre os cidadãos que não cooperavam. O General Westermann e seus bleus eram especialmente notórios por seu sadismo com as crianças. Houve atrocidades por toda a Vendéia, e em Lyon e outras cidades francesas onde a Revolução não era apreciada. Esse foi o modelo para os assassinatos em massa dos regimes totalitários dos últimos séculos. Muitas crianças morreram, muitas vidas jovens foram destruídas no alvorecer do mundo moderno. Madame Royale foi o símbolo vivo de todas as crianças perdidas da França.

Traduzido do inglês. Original aqui.