quinta-feira, março 21, 2013

O Castigo na Mensagem de Akita


Nossa Senhora de Akita

Vejam abaixo a tradução que eu fiz de uma carta enviada ao site norte-americano Tradiction in Action (TIA).

***

O Castigo na Mensagem de Akita

Olá TIA,

Eu penso que vocês estariam interessados nas profecias de Akita sobre o fim dos tempos. Essas profecias foram primeiramente aprovadas pelo Bispo local, John Shojiro Ito, bem como por Roma, via então Cardeal Joseph Ratzinger, agora Papa Bento XVI. Mais tarde elas foram silenciadas devido, sem dúvidas, às muitas referências à corrupção no clero do mais baixo até o topo.
Essa estátua chorou 101 vezes através de muitos anos, de 4 de janeiro de 1975 a 15 de setembro de 1981, na Festa de Nossa Senhora das Sete Dores. Ela também transpirou abundantemente, e a transpiração exalava um doce perfume. Sua palma da mão direita sangrava de uma ferida que tinha a forma da cruz. Centenas de pessoas testemunharam muitos desses eventos.

Análises científicas do sangue e das lágrimas da estátua, providas pelo Prof. Sagisaka da Faculdade de Medicina Legal da Universidade de Akita, confirmaram que o sangue, lágrimas e transpiração são verdadeiras lágrimas, suor e sangue humanos.
Nossa Senhora deu três mensagens ao mundo através da Irmã Agnes no ano de 1973, todas curtas, concisas e maternais.
Em 6 de julho de 1973, na Primeira Mensagem, Nossa Senhora disse à Irmã Agnes que sua surdez seria curada (e foi curada em 1982), e disse a ela para rezar muito pelo Papa, pelos bispos e padres.

Na Segunda Mensagem em 2 de agosto de 1973:

“Minha filha, Minha noviça, você ama o Senhor? Se você ama o Senhor, ouça o que eu tenho a dizer a você. Isso é muito importante. Você irá levá-la ao seu superior.
“Muitos homens nesse mundo afligem o Senhor. Eu desejo almas que O consolem para suavizar a ira do Pai Celestial. Eu desejo, com Meu Filho, almas que façam reparações, pelo seu sofrimento e sua pobreza, pelos pecadores e ingratos.
 “Para que o mundo conheça Sua ira, o Pai Celestial está preparando para infligir um grande castigo a toda a humanidade. Junto com Meu Filho, eu tenho intervindo muitas vezes para abrandar a ira do Pai. Eu tenho prevenido a vinda de calamidades oferecendo a Ele os sofrimentos de Seu Filho na Cruz, Seu Precioso Sangue, e amadas almas que O consolem e formem uma corte de almas vítimas.”

Na Terceira Mensagem em 13 de outubro de 1973, o aniversário do dia da última aparição da Virgem Maria às três crianças de Fátima, Nossa Senhora deu um sério aviso sobre os tempos que viriam:

“Se os homens não se arrependerem e melhorarem a si mesmos, o Pai irá infligir  uma punição terrível a toda a humanidade. Será uma punição maior que o dilúvio, uma punição como nunca vista antes. Fogo cairá do céu e irá extinguir grande parte da humanidade, tanto os bons quanto os maus, sem poupar nem mesmo padres ou fiéis. Os sobreviventes irão se achar tão desolados que eles irão invejar os que morreram. As únicas armas que restarão a vocês serão o Rosário e o Sinal deixado pelo Meu Filho.  Recitem as orações do Rosário a cada dia. Com o Rosário, rezem pelo Papa, os Bispos e os padres.

A obra do demônio irá se infiltrar até mesmo na Igreja de tal forma que se verá Cardeais se opondo a Cardeais, Bispos contra Bispos. Os padres que me venerarem serão afastados e terão seus confrades como opositores. Igrejas e altares serão saqueados. A Igreja irá ficar cheia com aqueles que aceitam compromissos, e o demônio irá induzir muitos padres e almas consagradas a deixar o serviço do Senhor.

O demônio será especialmente implacável contra as almas consagradas a Deus. Pensar na perda de tantas almas é a causa de Minha tristeza. Se os pecados crescerem em quantidade e gravidade, não haverá mais perdão para eles.

Rezem muito as orações do Rosário. Somente eu sou ainda capaz de salvá-los das calamidades que se aproximam. Aqueles que põem sua confiança em mim serão salvos.”


Essas profecias, até onde vejo, estão em perfeita concordância com aquelas de Fátima e de Quito.

Eu acredito que esses avisos são bastante oportunos, especialmente tendo em vista a acelerada marcha da revolução dentro da Igreja. Isso é algo para os católicos considerarem quando vemos o revolucionário ato de “aposentadoria” do Papado, como se esse fosse um ofício ou emprego qualquer, e a aproximação do conclave.

Por favor, continuem o bom trabalho e posição de descompromisso. É interessante que Nossa Senhora de Akita diz que a Igreja ficará cheia daqueles que aceitam compromissos.

     Cordialmente,

     M.G.

Original aqui.