sexta-feira, março 22, 2013

Pisar em Jesus?


Leia abaixo esse pequeno texto de Mary Ann Kreitzer, traduzido por mim, onde ela conta mais uma barbaridade acontecida nesse “maravilhoso mundo novo” do liberalismo/esquerdismo/modernismo. E nós ainda somos obrigados a enviar nossos filhos para tais escolas, para serem doutrinados no satanismo?
Para essa gente esquerdista a educação é isso hoje em dia: se desfazer das coisas sagradas, blasfemar e ofender cristãos. Mas disso a grande mídia não fala, não reclama, não é? Sai uma nota aqui ou ali e pronto, notícia dada... mas ai se esse professor resolvesse ofender, digamos, um líder do movimento gay ou um desses que a autora cita abaixo... com certeza ele se daria muito mal!
***

Um professor da Universidade da Flórida instruiu os seus alunos a escrever o nome Jesus num pedaço de papel, colocá-lo no chão, e pisar nele! Eu não estou brincando. E então, quando um estudante (Mormon) recusou, o professor suspendeu o aluno de sua aula. Ainda mais inacreditável...a universidade apoiou o professor.
Pense nisso. Você acha que esse professor iria dizer aos seus estudantes para escrever o nome de Alá no papel ou Maomé ou Martin Luther King ou Barack Obama? Claro que não! Isso poderia ofender os muçulmanos ou os negros. Mas ofender cristãos tornou-se uma prova de tolerância e diversidade. (Não me peça para explicar isso; eu não consigo e os esquerdistas nunca precisam explicar nada. Ser esquerdista significa nunca ter que dizer desculpe-me!).
Se você acha que isso é inacreditável, eu não o culpo, mas você pode ler sobre isso aqui. É isso o que passa por educação hoje em dia. Alguém se importa de se juntar a mim e gritar: “O imperador está totalmente nu!” E o professor é um intolerante fanático que deveria ser despedido!
Original aqui.