terça-feira, abril 30, 2013

Os "católicos" que acreditam em Chico Xavier vivem uma tremenda ilusão



Henrique Sebastião responde a um pseudo-católico que diz admirar Chico Xavier, veja que interessante:

"Baseado em que, exatamente, você afirma que Chico Xavier “dedicou a vida em prol do próximo”?



Por favor, esclareça-nos que tão grande auxílio ao próximo esse homem prestou, na sua opinião. Anunciar às pessoas desesperadas, aos enfermos e necessitados que eles não precisam da salvação de Jesus Cristo, pois todos "reencarnarão" em novos corpos, para uma outra vida, com novas possibilidades de ter felicidade? Ensinar que as doenças e tragédias desta vida só ocorrem devido aos males praticados em outras vidas? Apresentar-lhes uma esperança de auxílio espiritual totalmente falsa e supostamente mediada por "espíritos de mortos desencarnados", dos quais ninguém tem como confirmar a origem e a idoneidade?"



De fato. Somente quem não entendeu nada sobre a mensagem de Cristo pode achar que alguém que a deturpa e ensina o oposto do que Ele ensinou é alguém "bom" "caridoso".  

Então alguém responde na caixa de comentários:

“Só não entendo uma coisa: Dos Espíritas para os católicos e membros de outras religiões cristãs há um grande respeito, no entendimento de que todos são cristãos enxergam os ensinamentos de Jesus sob diferentes ângulos.

E escreveu um monte de coisas, mas destaco esse trecho. Ora, como assim grande respeito e entendimento? Bom, o Lucas respondeu o que eu responderia:


“Realmente você não entende mesmo. Talvez pela sua mentalidade já enviezada para o espiritismo, que não compreende o que ensina o Corpo de Cristo (que é a Igreja católica). Você disse que há um “respeito” por parte dos espíritas em relação aos demais e disse ainda que todos “são cristãos” mas sob diferentes ângulos.

Mas na verdade se deveria surgir a seguinte dúvida: por que você questiona o fato da Igreja reprovar o ensinamento do espiritismo, se você mesmo admite que o próprio espiritismo faz o mesmo, quando diz que o espiritismo tem uma concepção diferente da Igreja dos ensinamento de Jesus? Então, se é assim, temos o mesmo “respeito” que vocês possuem.”


É o que sempre comento com meu marido: ora, que história é essa de intolerância católica, se os próprios espíritas discordam do catolicismo e acreditam no oposto do que o Cristianismo ensina? Então eles podem discordar de nós e nós não podemos discordar deles? Claro que não faz sentido. O problema todo é o ódio à Verdade Revelada. Se eles amassem a Verdade, já teriam saído dessa ilusão. Mas preferem acreditar em “novidades”, tem os ouvidos coçando para ouvir mentiras, estão cheios de orgulho achando que podem “salvar” a si mesmos pela reencarnação, não querem baixar a cabeça para fazer coisas simples como freqüentar Missa e os sacramentos, confessar seus pecados. Preferem crer no “carma” e assim saem julgando os pobres, os doentes, os deformados, enfim, todos os grandes sofredores, alegando que estes vivem mal porque fizeram mal em “outras vidas”. Cegos guiando cegos, cairão todos no abismo.

Meus irmãos católicos, batizados: acordem enquanto é tempo e voltem-se para a Igreja de Cristo, a única verdadeira, a Igreja Católica. O tempo passa rápido, não brinquem com suas vidas, a Eternidade está logo ali. Se você escolhe viver longe de Deus, cairá no Inferno. Não aposte na reencarnação, isso é ilusão.

A Igreja está de pé há mais de dois mil anos, mesmo com todos os ataques, mesmo com os traidores de dentro Dela. Nenhuma instituição se manteve assim na história da humanidade. Pensem bem se isso é ou não é obra de Deus. Se não fosse obra de Deus não teria durado tanto. Pensem nisso.