quarta-feira, maio 01, 2013

Judeus dançam comemorando a eleição de Jorge Bergoglio


Um pequeno texto do TIA - que traduzi e adaptei - sobre as relações do Papa Francisco com os judeus:
Judeus argentinos dançam em sua sinagoga comemorando a eleição de Jorge Bergoglio como Papa.


“Não é piada. A informação é oficial e foi publicada no site da comunidade hebraica de Roma.

Um dia antes de sua eleição, Francisco encontrou tempo para escrever uma carta para a comunidade judaica, onde ele diz: “eu tenho muita esperança de contribuir para o progresso das relações que católicos e judeus tem experimentado desde o Concílio Vaticano II, em um renovado espírito de cooperação e serviço a um mundo que pode sempre estar em mais harmonia com a vontade do Criador”.
João Paulo II já tinha feito esforços pioneiros nas relações da Igreja com o Judaísmo (rompendo com a tradição católica). Bento XVI foi mais longe, até mesmo tentando absolver o deícidio judeu, mas nós podemos esperar que Francisco ultrapasse os limites a esse respeito. Isso foi notado com satisfação pelo site ultra-sionista JSSNews, que lembra que o Bispo Bergoglio participou de serviços de adoração em sinagogas Talmúdicas, foi coautor de um livro com um rabi, e prefaciou outro (onde apresenta o rabi como seu “professor”)...

Sem comentários.”

Veja também: