sexta-feira, maio 31, 2013

Quão judaica é Hollywood?


Nota do editor [Michael Hoffman II]: A tecnologia que tornou possível fazer filmes foi inventada por Thomas Edison. O Cinema foi criado e elevado a uma arte por D.W. Griffith. Ambos os homens eram gentios. Eles rapidamente perderam o controle sobre sua invenção/ forma de arte, no entanto.

Quão judaica é Hollywood?
Por Joel Stein

Los Angeles Times, 19 de Dezembro de 2008
Eu nunca estive tão chateado com uma pesquisa em minha vida. Apenas 22% dos americanos agora acreditam que "as indústrias do cinema e da televisão são bastante dirigidas por judeus", abaixo dos quase 50% em 1964. A Liga Anti-Difamação, que divulgou os resultados da pesquisa no mês passado, vê nestes números uma vitória contra os estereótipos. Na verdade, isso só mostra como a América ficou burra. Os judeus mandam totalmente em Hollywood.
Quão profundamente judaica é Hollywood? Quando os chefes de estúdio tomaram uma anúncio de página inteira no Los Angeles Times há algumas semanas para exigir que o Screen Actors Guild (SAG) resolvesse o contrato, a carta aberta foi assinada por: Presidente da News Corp.,  Peter Chernin (judeu), Presidente da Paramount Pictures, Brad Grey (judeu), Chefe Executivo da Walt Disney Co., Robert Iger (judeu), Presidente da Sony Pictures, Michael Lynton (surpresa, judeu holandês), Presidente da Warner Bros., Barry Meyer (judeu), Chefe Executivo da CBS Corp., Leslie Moonves (tão judeu que seu tio avô foi o primeiro primeiro-ministro de Israel), Presidente da MGM, Harry Sloan (judeu) e Chefe Executivo da NBC, Jeff Zucker (mega-judeu)... O Presidente da SAG é Alan Rosenberg (advinhe)....super agente do entretenimento Ari Emanuel (judeu com os pais israelenses) ... Presidente da AMC, Charlie Collier, acabou por ser judeu.
... Como um judeu orgulhoso, eu quero que a América saiba sobre a nossa realização. Sim, nós controlamos Hollywood. Sem nós, você estaria pulando entre "The 700 Club" e "Davi e Golias" na TV todos os dias... Eu não me importo se os americanos pensam que estamos controlando a mídia, Hollywood, Wall Street ou o governo. Eu só me importo que nós continuemos controlando-os.

Traduzido de On the Contrary.