terça-feira, julho 30, 2013

Francisco, Roma Conciliar e os "tradicionalistas": o veneno está na cauda


Estão vendo o que está acontecendo com os Franciscanos da Imaculada? E agora, legalistas e acordistas? E então, meus irmãos que tem medo da Resistência, que tem medo de D. Williamson e de outros que combatem pela Igreja de Cristo, como fica o coração de vocês? Conseguem perceber agora o que está acontecendo? Até quando irão fechar os olhos par a tremenda crise que vivemos hoje na Igreja? Até quando vão ficar presos ao legalismo?

Rezemos o Santo Rosário todos os dias, pois vivemos um momento muitíssimo perigoso!

Fiquem com um belo e lúcido comentário de Bruno Luís Santana, no Fratres, por ocasião da notícia sobre os Franciscanos da Imaculada:

Como me alegro que D.Williamson tenha sido expulso e levado consigo tantos padres, religiosos e fiéis. Agora está explícito o modernismo em sua fase mais atroz; o atual papa tem o canto da sereia, e sua mão constrói a iniquidade, com o apoio entusiástico do mundo.

Bergoglio fará com que muitos sintam saudades de Paulo VI, porque naquela época ainda haviam católicos detentores de prestígio e influência na hierarquia. Hoje temos apenas matizes de modernistas, que vão dos conservadores aos radicais.

A cúpula da FSSPX fez com que a desconfiança desse lugar à certeza de que não podia mais ser confiada se deu quando, diante do perigosíssimo pontificado de Bento XVI, falou-se pela primeira vez em união canônica de maneira egoísta.

Quando se falou em ampla liberdade de atuação da FSSPX para continuar a ser o que era, quando se falou em voltar mediante GARANTIAS, então, como disse sabiamente um padre, se mostrou o adagio latino de que o veneno está na cauda.

Por amor a Bergoglio e a toda a Cúria, por amor a este papa que não é católico, mas também ao que restou desta igreja mais aparente do que real, queremos voltar a união canônica mediante a completa CONVERSÃO AO CATOLICISMO do papa e de todos os que o seguirem.

Vêem agora o absurdo que seria uma união canônica como se propalou a tão pouco tempo?

Quanta gente viu nesta rejeição uma oportunidade perdida?

Vocês acham que agora os franciscanos da Imaculada estão em melhor situação?

E porque estaríamos nós?

A única oportunidade que não podemos perder é a de sermos católicos apostólicos romanos. A única oportunidade que não podemos perder é a de guardar a fé e observar os mandamentos. A única oportunidade que não podemos perder é a de fazer o bem e combater o mal. Se Roma não se converte, não podemos fazer o bem a quem recusa esse bem. E por essa falta de clareza agora somos a minoria da minoria. E que assim seja, o Senhor deu, o Senhor tirou, bendito seja o Seu Nome.

Assisto e leio atentamente o que diz esse papa. Ele fala claro, fala com sinceridade, gosto disso. Se ele fosse católico, seria uma bênção imerecida, mas infelizmente a cosmovisão de Francisco é totalmente mundana. E sua eloquência baseada em sua espontaneidade causarão estragos dificilmente reparáveis. Minha mãe ontem à noite se convenceu de que toda religião é a mesma coisa, e que o assistencialismo é o dogma supremo.

E por aí vai. Ele não fez nada em solo brasileiro para frear o aborto, que está prestes a ser admitido. NADA. Para os gays ele conseguiu dizer uma verdade de maneira a esconder a doutrina católica com tal perfeição, que hoje já vi homossexuais criticando os católicos por não serem como o papa Francisco. A Igreja nunca pregou o preconceito contra a condição sexual, e sim o combate à prática. o papa Francisco soube omitir muito bem a parte que se refere à prática. E foi ovacionado também por essa omissão.

Se o mundo vos odeia, sabei que me odiou antes. Palavra de Jesus Cristo. Ora, o mundo ama Francisco.

Quando vier o Filho do Homem, achará fé sobre a Terra?