terça-feira, outubro 21, 2014

Vá e peque um pouco mais





De Novus Ordo Watch (trecho traduzido por mim e extraído de The Thinking Housewife):

Há um absoluto show de horrores em Roma neste momento. Encontrar aspectos “positivos” na fornicação, no adultério, na sodomia? Pobre São João Batista (veja Mateus 14) – ele poderia ter mantido sua cabeça presa ao pescoço se pelo menos ele soubesse o que o “Espírito Santo” estaria dizendo no Vaticano no futuro! Veja, se ele tivesse evitado tão “insensível” linguagem contra o Rei Herodes, linguagem claramente “discriminatória” contra ele, fazendo com que ele se sentisse “indesejável” e “julgado”, oh, o quanto mais ele poderia ter alcançado! Se ao menos o Batista houvesse reconhecido os “bons elementos” no adultério do Rei, tudo teria ido bem!...

Do mesmo modo, Nosso Senhor: em vez de “encorajar” a mulher no poço a esforçar-se pelo “ideal”de um casamento válido, Ele disse a ela sem rodeios: “Tivestes cinco maridos, e aquele que tens agora não é vosso marido” (Jo 4,18). Isto é tão insensível! O que dizer dos aspectos positivos do adultério dela? O que dizer sobre a “fidelidade” e o “amor” que ela certamente estava demonstrando ao seu “Marido número 5”? Ela não estava fazendo sacrifícios e tal? Ela não cozinhava para ele? Claramente o Espírito Santo de 2000 anos atrás ainda não havia “sentido o cheiro do povo”. Que bom que temos agora Bergoglio para endireitar tudo!