sábado, março 21, 2015

Petição em favor de Levy Fidelix: condenado por defender a família!

levy-fidelix-2

Eu assinei e posto aqui para que vocês assinem também. Leiam a explicação do Pe. Lodi:

LEVY FIDELIX CONDENADO A PAGAR R$ 1 MILHÃO POR TER-SE OPOSTO AO HOMOSSEXUALISMO
 
Levy Fidelix, candidato à presidência da República pelo PRTB, foi condenado pela juíza da 18ª vara Cível de São Paulo a pagar uma indenização de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) por ter-se expressado contra o homossexualismo no debate eleitoral televisivo de 28/09/2014.

Ao defender a família natural dizendo que "dois iguais não fazem filho" e que "aparelho excretor não reproduz", o candidato teria incitado a população ao ódio contra os homossexuais (!), ultrapassando os limites da liberdade de expressão (ver inteiro teor da sentença em http://www.migalhas.com.br/arquivos/2015/3/art20150316-08.pdf)

A sentença é toda ela baseada na ideologia de gênero, que considera preconceituosa a aversão natural que sentimos diante dos atos homossexuais e deseja punir os cidadãos que revelarem seu descontentamento. Levy Fidelix nada mais fez do que expressar o pensamento de milhões de brasileiros, que gemem e choram por causa da agenda homossexualista do governo do PT. (ver http://prtb.org.br/2015/03/18/nao-foi-uma-condenacao-e-sim-um-premio-pois-expressei-o-pensamento-do-povo-brasileiro-diz-levy-fidelix/)

Suas afirmações, simples expressão do Direito Natural, não podem ser punidas como ilícitas.

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Dr. José Renato Nalini, grande defensor dos valores morais, não tem o poder de interferir na autonomia dos juízes; mas tem o direito, como qualquer cidadão, de expressar seu parecer sobre a questão. Se ele o fizer, ao menos quebrará a ideia de que a ideologia de gênero é de aceitação unânime no Poder Judiciário.


Deus lhe pague.

Em Jesus e Maria,
Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz
www.providaanapolis.org.br