quarta-feira, março 09, 2016

Algumas ponderações sobre a polêmica na Resistência



Por Gederson Falcometa



No vídeo em resposta ao Professor Carlos Nougué, se pode ouvir do Padre Cardozo, duas coisas importantes para se entender toda essa confusão:


1 – Foram feitos grandes esforços para evitar a briga com os bispos;

2 – Os esforços começaram entre setembro e outubro do ano passado, quando Padre Cardozo escreveu três cartas aos bispos (e outros Padres, como Altamira, escreveram várias cartas).


A polêmica dos Milagres Eucarísticos de Buenos Aires começou em dezembro, o que seria algo em torno de dois meses depois da última carta feita pelo Padre a D. Williamson. Não sabemos a data em que foram escritas as várias outras cartas para fazermos um apanhado cronológico maior. Porém, com o que sabemos, podemos considerar o seguinte:


1 – Os Comentários Eleison, sobre os Milagres Eucaristicos de Buenos Aires, foram apenas um pretexto utilizado por eles, para se fazer uma introdução pública de um problema anterior à eles;

2 – Se pode supor que todos esses Padres estão juntos à pelo menos desde setembro;

3 – O esforço que se fez foi muito pequeno.


Todos nós testemunhamos, que eles usaram todos os meios eletrônicos nessa polêmica, meios privados e públicos, lícitos ou ilícitos. As três cartas alegadas, e as dos demais Padres, são um esforço mínimo, para não ter se chegado a este ponto que chegaram de briga com os bispos. Esse tipo de problema se trata pessoalmente, não por meios eletrônicos. A oportunidade de se tratar desses problemas se daria agora em 19 de março, pois como todos sabem, a sagração estava prevista desde o ano passado. Assim, considerando que a polêmica dos milagres começou em dezembro, a praticamente 4 meses da sagração, onde essa questão poderia ser tratada sem os escândalos que vimos, podemos nos questionar:


1 – Por que não quiseram esperar para tratar a questão pessoalmente?

2 – Não teriam usados todos os meios eletrônicos para evitar o trato pessoal da questão com os bispos?

3 – Se a questão não foi tratada pessoalmente, mas por cartas e todos os meios eletrônicos, pode se dizer que foram feitos grandes esforços?

4 – Era uma questão que deveria ter sido resolvida antes da sagração?

5 – Será que houve algum encontro entre esses Padres?


Deixo a cada um que tirem suas próprias conclusões!