quarta-feira, abril 13, 2016

Pe. Ortiz convida os membros da Resistência para uma campanha de orações

Por TradCatKnight

Traduzido por Andrea Patricia



Há muita conversa na mídia da Resistência e pouco chamado à oração…

Nosso combate, como São Paulo observa, “não é contra a carne e o sangue; mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo de trevas, contra os espíritos de maldade espalhados pelos ares.” (Ef. 6,12)

Eu estou convencido de que por trás da piora da situação do mundo, do agravamento da crise na Igreja, e dos problemas dentro da Resistência (em particular com o "Morangate", o caso "Pablo Hernandez", etc.), há uma renovada ação do Demônio semeando discórdia nos corações e confusão nas mentes.

Nós não podemos ficar inativos, então nós devemos recorrer a todos os meios concedidos por Deus nestes tempos turbulentos. 

Especificamente eu gostaria de recomendar a todos os confrades e fieis::

1) A rezar diariamente, pelo menos até o Pentecostes, o Exorcismo completo de Leão XIII. As circunstâncias particulares em torno desta composição e o fato de 
Leão XIII ter
 obrigado a rezar a versão curta após cada Missa, deveria convencer-nos de que Deus quer nós usemos frequentemente este poderoso instrumento contra Satã e todos os demônios.

Esta oração não está restrita aos Sacerdotes. Quando rezada por um leigo, ela deve ser feita em privado e não se deve usar as linhas e bênçãos reservadas ao sacerdote. Ela deve ser feita preferencialmente em Latim, mas também é permitida em vernáculo.

2) Acrescentar ao nosso Rosário diário, no fim de cada dezena, o pequeno Exorcismo de São Miguel (500 dias de indulgências).

3) Praticar algum jejum, como Nosso Senhor recomenda especialmente contra o poder do Demônio“Esta espécie de demônios não se pode expulsar senão pela oração e pelo jejum.” (Mc. 9,29)

Se nós tivermos Fé e Confiança em Deus, não demorará muito para vermos os frutos de nossas orações.

Deus os abençoe.

Pe. J.C. Ortiz