sexta-feira, julho 29, 2016

Orações pela escola de meninos dos Dominicanos de Avrillé, e por que devemos lutar no Brasil

Por C. N.



No início do ano de 2017, acontecerá na França a inspeção da escola de meninos dos Dominicanos de Avrillé (La Haye-aux-Bonshommes, Angers). O Ministério da Educação do governo socialista (e radicalmente anticatólico) ameaça fechá-la por não “defender suficientemente os valores republicanos”. Dirijamos pois instantes orações pela escola deste baluarte do cristianismo.

E é para que não nos vejamos os católicos brasileiros sob tacões como os dos revolucionários republicanos franceses ou espanhóis que devemos lutar no Brasil não só pela queda do governo do PT mas contra todas as correntes revolucionárias (e não se tenha dúvida: o que imediatamente se substitui ao PT não deixa de ser revolucionário). Está na hora de os católicos nos livrarmos de uma vez da inércia querida pela CNBB (majoritariamente aliada dos revolucionários) e, com a voz que nos for possível, somar-nos às manifestações do dia 31 e demais, mas distinguindo-nos perfeitamente por lemas próprios: liberdade para o ensino católico, pelo homeschooling, pela família, contra a ideologia de gênero, contra o aborto – sempre com o rosário ou terço na mão, e sempre sob o estandarte de Cristo Rei.

Graças à inépcia e à cupidez do mesmo PT, e ao contrário do que muito infelizmente sucede hoje aos católicos de quase toda a Europa, deixamos no Brasil de estar totalmente sob tacões revolucionários. Logo, possibilitaram-se-nos meios mais diretamente políticos de atuação. Não os desperdicemos, enquanto é tempo. 

Em tempo: e apoiemos a restauração monárquica, contra a podridão republicana.