terça-feira, agosto 08, 2017

Espíritas atacam cristãos: os católicos têm o direito de defender sua doutrina



[Debatendo com espíritas]

Os católicos têm o direito de defender sua doutrina daquilo que julgam ser pernicioso. Todo cristão tem o direito de buscar mostrar aos irmãos que estão em erro. Se você quer seguir o espiritismo, a escolha é sua. Mas você não deveria entrar em uma comunidade de pessoas que querem defender a fé daquilo que julgam ser mau e simplesmente xingar os outros. Isso está certo?

Hipocrisia é dizer uma coisa e fazer outra. Nós aqui apenas queremos mostrar os erros do espiritismo em relação a fé cristã. Se você tem algo contra apresente as refutações às afirmações feitas. Não fique simplesmente tentando diminuir os outros aqui usando de termos pejorativos, pois isso depõe não só contra você, mas contra o espiritismo também.

É sempre a mesma atitude de superioridade! Incrível vocês não perceberem como são arrogantes ao tentarem diminuir os cristãos. Se fossem mesmo superiores não tratariam ninguém da forma como tratam.

Leia mais os livros espíritas e você verá quantas são as frases e histórias contadas que denigrem a fé católica, que julgam os católicos e usam de termos pejorativos para com aqueles que não são espíritas.

É uma postura muito perniciosa, pois por fora ficam fazendo jogo de bons amigos, de bonzinhos, cheios de palavras bonitinhas, mas por dentro, em seus livros, por exemplo, ficam tentando denegrir a Igreja e os cristãos.

Vejamos alguns trechos de livros espíritas que ofendem os católicos e a fé cristã (os grifos são meus):

"O Papa, príncipe temporal, espalha o erro pelo mundo" (KARDEC, Allan. Obras Póstumas. Federação Espírita Brasileira, 1949. p. 282).

"A história do papado é a do desvirtuamento dos princípios do cristianismo, porque, pouco a pouco, o Evangelho quase desapareceu sob as suas despóticas inovações. Criaram os pontífices o latim nos rituais, o culto das imagens, a canonização, a confissão auricular, a adoração da hóstia, o celibato sacerdotal e, atualmente, noventa por cento das instituições são de origem humaníssima, fora de quaisquer características divinas" (XAVIER, Francisco Candido. Emmanuel. Federação Espírita Brasileira, 4a edição. p. 30).”


Mais algumas citações do livro de Kardec, Obras Póstumas, que atentam contra a Igreja:


Não o creio; todos esses homens [o Papa e o Sacro Colégio] são obstinados, ignorantes, habituados a todos os gozos profanos; necessitam de dinheiro para satisfazê-los e recearão que a nova ordem de coisas não permita que o ganhem suficientemente. Por isso levam tudo ao extremo, pouco se incomodando com o que venha a acontecer”(p. 361 da edição digital)

Deus a julgou [a Igreja], e a reconheceu inapta, daqui por diante, para a missão de progresso que incumbe a toda autoridade espiritual.” (p. 376 da edição digital)



Então não venha você, espírita, querer apregoar que os espíritas não atacam ninguém porque isso não é verdade! Informe-se melhor sobre sua doutrina antes de jogar pedra no telhado alheio.

Já cansei de ler em livros espíritas ataques e mentiras grosseiras contra a Igreja.