sexta-feira, agosto 11, 2017

O progressismo e o socialismo de Kardec




Algumas críticas e refutações ao pensamento progressista e de fundo socialista de Kardec e dos espíritas.

Sobre os homens serem criados iguais

Se os homens são criados simples e ignorantes, todos iguais, como ocorreu a diferenciação? Mesmo que lá no comecinho fossem todos iguais, um deles se destacou em algo. Um deles teve a coragem que outro não teve, outro teve um talento que o outro não teve. Um buscou um graveto para pegar o fogo enquanto outro teve medo e se escondeu. Outro saía para caçar enquanto outros se escondiam da caça. Ou seja, os humanos não eram iguais.

Mesmo que se fale em evolução vinda do reino animal, ou vegetal ou mineral, ainda assim todas essas criaturas são diferentes. Não existe um animal igualzinho ao outro ou uma planta igualzinha a outra...não existe igualdade. Deus criou cada um de um jeito.

Sobre o progresso da humanidade: são vários os estudiosos e filósofos que percebem que há uma decadência na humanidade e não um progresso. Há hoje pseudo-filosofias que surgem como um progresso, mas que na realidade são mais antigas que os escritos da Idade Média. Onde o progresso? Vejo com meus próprios olhos que a humanidade está cada vez pior.

O espiritismo nasce de um mesmo ideal revolucionário: um mundo justo deve existir no futuro aqui na terra. Ele é diferente quanto aos métodos. Usa o linguajar parecido com o do cristianismo, mas continua sendo parte do espírito revolucionário: aquele que quer derrubar a Igreja, fazer com que sejam verdades de fé o progressismo, o evolucionismo e a reencarnação.

De O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec:

769 Compreende-se, como princípio geral, que a vida social faça parte na natureza; mas, como todos os gostos estão também na natureza, por que o gosto pelo isolamento absoluto seria condenável se o homem encontra nele sua satisfação?
– Satisfação de egoísta. Há também homens que encontram satisfação em se embriagar; vós os aprovais? Deus não pode ter por agradável uma vida em que o homem se condena a não ser útil a ninguém.

Pensamento oriundo da ideia de progresso. O que vive em contemplação, o que busca a Deus não é um egoísta, muito pelo contrário. Ele vive para o seu Criador, e seu exemplo leva às pessoas a pensar na santidade, leva as pessoas a pensarem na balbúrdia do mundo e em buscar elas mesmas de alguma forma seu contato com Ele. Cada um vai fazer isso de uma maneira. O “espírito” que responde a pergunta ainda usa um argumento erístico, dando um exemplo de outra coisa que não tem nada a ver com a pergunta.

A visão de tal “espírito” é utilitarista, tal qual a visão dos positivistas. É um pensamento do século XIX. Hoje não tem razão de ser, pois utilidade não é tudo. Um gato é para muitos um inútil, mas nem por isso devemos tirar a vida do gato (há alguns que por pensarem assim, saem por aí matando e fazendo crueldades com animais, já que eles são inúteis...).

Aquele que se isola em um convento, para orar, meditar, enfim, viver uma vida de santificação pode ter uma vida belíssima. As orações dos monges, das freiras e dos santos são inúteis? Não vale de nada? Absurda tal afirmação.

Kardec revolucionário

Trechos do discurso de Kardec que mostram como o espiritismo caminha junto com o socialismo e que no fundo são frutos de uma mesma árvore: a árvore da revolta anti-metafísica.

783 O aperfeiçoamento da humanidade segue sempre uma marcha progressiva e lenta?
– Há o progresso regular e lento que resulta da força das coisas; mas quando um povo não avança rápido o suficiente a Providência provoca, de tempos em tempos, um abalo físico ou moral que o transforma.

O homem não pode permanecer perpetuamente na ignorância, porque tem de atingir o objetivo marcado pela Providência; ele se esclarece pela força das coisas. As revoluções morais, como as sociais, se infiltram pouco a pouco nas idéias, germinam durante séculos, explodem de repente e fazem desabar o edifício apodrecido do passado, que não está mais em harmonia com as novas necessidades e aspirações 
(trechos de O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec. Extraído de http://www.espirito.org.br/portal/codificacao/le/le-3-08.html)


Mais uma vez a ideia de progresso da humanidade, das sociedades. É fácil perceber que esta afirmação é equivocada, pois em vez de progredir, estamos afundando no caos social. Um belo exemplo disso é o Brasil, que está cada vez pior. Já tivemos uma sociedade mais equilibrada, preocupada com os valores morais, com os valores da alma, mas hoje é bem diferente, nem preciso dar exemplos para provar isso.

Kardec ainda afirma que as revoluções sociais são benéficas e que “fazem desabar o edifício apodrecido do passado”. É bem o que os socialistas dizem mesmo. Falam da podridão da “moral burguesa”, do conservadorismo dos cristãos que é uma podridão que deve ser derrubada. Daí então apoiarem revoluções. Eu queria que ele citasse uma só dessas revoluções que realmente tenha feito bem a humanidade. A Revolução Francesa é a responsável pelo laicismo galopante que estamos observando se espalhar pelos países. Nem vou falar da Revolução Russa. A revolução industrial só trouxe benefícios materiais, mas não morais, muito menos espirituais.

A linguagem do socialismo e a do espiritismo é a mesma. Não importa se o marxismo (que é uma das formas do socialismo, não a única) é ateu e os espíritas se dizem crentes em Deus.

No fundo o espiritismo está bem próximo dos marxistas e de outros socialistas, pois nega a divindade de Jesus Cristo, nega a ressurreição, nega os sacramentos, enfim, nega a dimensão espiritual da vida e em troca propõe uma "doutrina" que é simplesmente materialismo disfarçado de espiritualidade.

O espírita crê em um deus distante, muito distante, que não interfere nas vidas humanas, que é tão limitado às suas próprias leis, que não faz milagres; pretende dar explicações científicas aos milagres, como por exemplo dizer que Lázaro não morreu e foi ressuscitado, mas sim que estava em estado de catalepsia...e Jesus era o quê? Um mentiroso? Deixou todos acreditarem que ele ressuscitou o amigo quando na verdade tinha apenas acordado de uma catalepsia? Que falsidade é esta?

E de pouquinho em pouquinho a "doutrina" espírita vai destruindo a fé vacilante dos incautos que se deixam seduzir pelo seu canto de sereia. Pobres Ulisses que estão sendo carregados para as profundezas do oceano onde serão devorados pelas criaturas que se disfarçam com beleza, mas que na verdade são monstros!

É deísmo a “filosofia” espírita. É afastamento de Deus. O espiritismo é apenas mais uma das formas que assume o movimento revolucionário. Espiritualismo moderno e materialismo são duas faces de uma mesma moeda!

787 Não há raças que por sua natureza são rebeldes ao progresso?
– Sim, mas estas se destroem, corporalmente, a cada dia.

Em primeiro lugar isso é racismo. E em segundo lugar, se todos são criados iguais, porque umas raças são diferentes de outras no quesito moral? Sim, porque a resposta aí é de que há raças que são naturalmente não-afeitas a o progresso. Isso é diferença. Contradição pura!

E quanto a povos que chegarão ao progresso moral e viverão em paz (questão 793), é impossível, pois vemos que a cada dia nascem criaturas que se desenvolvem e se tornam bandidos. Todos os dias surgem criminosos. Quando é que uma sociedade vai ser moralmente perfeita, vivendo em paz? Creio que nunca. E não adianta falar em outros planetas mais adiantados para onde vão os melhores, pois a afirmação é a de que toda uma sociedade, todo um povo vai chegar ao estágio de paz e caridade. E não é isso que vemos em lugar nenhum do mundo.

Aqui uma resposta do Livro dos Espíritos que vai contra a propriedade privada e o acúmulo de riquezas, que é direito de cada um (extraída do artigo citado acima):

O direito de viver confere ao homem o direito de ajuntar o que necessita para viver e repousar, quando não mais puder trabalhar?

- Sim, mas deve fazê-lo em comum, como a abelha, através de um trabalho honesto, e não ajuntar como um egoísta.” (KARDEC, item 881)


Quer dizer que sou egoísta por querer ajuntar coisas para mim? Por ter poupança para mim? Ou carro, ou apartamento, ou joias... Ajuntar em comum? Isso é comunismo puro e simples.