quarta-feira, outubro 25, 2017

Qual a diferença entre os liberais, os marcusianos e os comunistas?





Os liberais e os marcusianos põem a liberdade antes do bem, ou melhor, consideram a liberdade O BEM. Mas, se temos liberdade, não é senão para escolher o bem, porque em verdade a liberdade é meio para um fim. 
Ora, o bem tem razão de fim. Logo, o ter a liberdade por fim responde a uma inversão diabólica de meios e de fins e não visa senão a atender à revolta contra as exigências (às vezes duras) do bem. Por tudo isso, se se olhar atentamente, ver-se-á que não há distinção entre liberalismo e marcusianismo senão em detalhe. Ora, como o PT é simultaneamente marcusiano e comunista, resulta que o liberalismo é o petismo sem o comunismo. – Mas atenção: como dizia Marcuse, e como ecoam os liberais, tolerância a tudo e a todos, menos aos que são contra o que dizemos. Logo, tanto o marcusianismo como o liberalismo um dia se fazem comunismo ou dão lugar ao comunismo. Já o dizia Platão: ao caos da democracia democratista (que ele chamava demagogia) sucede-se indefectivelmente a tirania.
Observação. Será preciso lembrar que em várias situações revolucionárias, como a da Espanha, liberais e comunistas e anarquistas não raro atuaram de braço dado?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de fazer seu comentário: ele deve ser relacionado ao post, e feito respeitosamente. Reservo-me o direito de não publicar comentários que julgue desnecessários ou desrespeitosos. Os comentários não expressam a minha opinião e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.