terça-feira, dezembro 05, 2017

Os benefícios do perdão



A Medicina e a Psicologia também mostram os benefícios do perdão. O texto abaixo foi extraído do livro de Amy Morin: 13 coisas que as pessoas mentalmente fortes não fazem. Editado pela Sextante, em 2015.

Quando você guarda rancor de alguém, a raiva e o ressentimento não surtem qualquer efeito sobre a vida do outro. Na verdade, ao cultivar esses sentimentos, você dá àquela pessoa ainda mais poder para interferir em sua qualidade de vida.

Escolher perdoar lhe permite tomar seu poder de volta, não apenas pelo bem de sua saúde psicológica, mas também por sua saúde física. Algum as pesquisas constataram os benefícios do perdão para a saúde:

• Perdoar reduz o estresse. No decorrer dos anos, muitos estudos mostraram que guardar rancor mantém  o corpo em  estado de estresse. Quando você pratica o perdão, sua pressão sanguínea e seus batimentos cardíacos diminuem.

• Escolher perdoar aumenta sua tolerância à dor. Em 2005, num estudo com pacientes que apresentavam dor crônica na coluna lombar, a raiva aumentou o desgaste psicológico e diminuiu a tolerância à dor. A disposição a perdoar foi associada a um aumento da resistência à dor.

• O perdão incondicional pode ajudar você a viver mais tempo. Um  estudo de 2012 publicado no Journal of Behavioral Medicine descobriu que quando as pessoas estavam  dispostas a perdoar apenas sob certas condições – se a outra pessoa se desculpasse ou prometesse nunca mais repetir o mesmo comportamento, por exemplo –, seu risco de morrer cedo na verdade aumentava. Você não tem  controle sobre o modo com o alguém se com porta. Esperar que um a pessoa lhe peça desculpa para poder perdoá-la dá a ela poder não apenas sobre sua vida, mas talvez até mesmo sobre sua morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de fazer seu comentário: ele deve ser relacionado ao post, e feito respeitosamente. Reservo-me o direito de não publicar comentários que julgue desnecessários ou desrespeitosos. Os comentários não expressam a minha opinião e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.