domingo, março 25, 2018

Comentários Eleison: Caos Decifrado

Comentários Eleison – por Dom Williamson
Número DLVIII (558) (24 de março de 2018)




CAOS DECIFRADO


Por meio do Rosário, por Maria, por Nosso Senhor, tratemos de fervorosamente pedir,
Ao Deus Todo Poderoso, que a Sua espada venha Ele a brandir!


O momento que antecede a Semana Santa é bom para refletir sobre a paixão (sofrimento) da Igreja Católica. Escreve um leitor: “O senhor poderia dizer-nos o que está acontecendo com a FSSPX, Dom Fellay e outros? Estamos ouvindo algumas histórias estranhas por aqui, e não sabemos bem em que acreditar. AS COISAS ESTÃO INACREDITAVELMENTE FRATURADAS – POR TODA PARTE. A partir de (1) o Novus Ordo, temos (2) a FSSPX, (3) os sedevacantistas, (4) a Resistência da FSSPX, e (5) o grupo do Pe. Pfeiffer, com mais divisões por vir, sem dúvida! Qual é a do Papa Francisco? Ele passa todo o seu tempo jogando política, não se vê nada espiritual! E ouve-se que Fellay está perseguindo um chapéu escarlate! O que isso significa?

Caro amigo, a Igreja Católica está em estado de caos, por uma justa punição de Deus, porque Sua Igreja é a “luz do mundo” e o “sal da terra”, mas em todo o mundo a humanidade está-se afastando d’Ele, incluindo até mesmo os próprios clérigos. Tampouco de nada adianta que Deus levante um bom Papa tão cedo, porque os homens da Igreja simplesmente se voltarão contra ele e o dilacerarão (Mt 7, 6), como talvez tenham feito assassinando João Paulo I. Assim, o mundo inteiro estará em trevas (não há luz) e corrupção (nem sal) até que um número suficiente de homens esteja tão esmagado pelo caos galopante de hoje que esses homens se ajoelhem para implorar a Deus em Sua misericórdia que ponha novamente de pé o Papa, que, no momento atual, como você diz, está fazendo política em vez de religião.

O Papa é crucial porque ele é a rocha sobre a qual a Igreja é construída (Mt 16, 18), de modo que se ele está fraturado por querer seguir o mundo corrupto em vez de tirá-lo de sua corrupção, então, como você diz, as coisas estão inacreditavelmente fraturadas – por toda parte”. Quando Nosso Senhor foi preso no Jardim do Getsêmani, todos os Apóstolos se dispersaram (Zc 13, 7; Mt 26, 31). Hoje o Papa Francisco está tão profundamente abatido que a autoridade em toda a Igreja está essencialmente deslocada.

O problema do Papa Francisco remonta ao Concílio Vaticano II (1962-1965), que foi quando e onde os Papas desistiram de resistir ao decadente mundo moderno e decidiram segui-lo. Até o pontificado de Pio XII (1939-1958) os Papas resistiram a essa decadência, mas ela foi tão fascinante e avassaladora que João XXIII, Paulo VI, João Paulo II e Bento XVI se deixaram iludir (não sem culpa própria). Eles criaram o que você diz no número (1), o Novus Ordo, ou a Igreja Conciliar, que leva o nome da Nova Ordem da Missa que transformou inúmeros católicos em protestantes virtuais. O Papa Francisco não somente compartilha os erros desses Papas do maldito Concílio, mas também os coloca em prática da maneira mais destrutiva, causando mais caos na Igreja do que nunca.

No entanto, logo após o Concílio, Deus suscitou um Arcebispo católico para que este fundasse uma Congregação que cuidasse de todas as almas que se recusavam a abandonar a Tradição Católica que estava sendo abandonada pelos Papas e pela multidão de homens da Igreja. Esta é seu número (2), a FSSPX, ou a Fraternidade Sacerdotal São Pio X, que floresceu até a morte do Arcebispo em 1991. Mas antes de ele morrer apareceram também o seu número (3), os “sedevacantistas”, tão escandalizados com os Papas conciliares que se recusam a crer que sejam verdadeiros papas. E depois que o Arcebispo morreu seus sucessores mais jovens que estavam à frente de sua Fraternidade, amamentados pelo mundo moderno, sucumbiram aos mesmos erros do Concílio, notavelmente o Bispo Fellay, que bem poderia estar procurando um barrete de Cardeal como recompensa por ter corrompido a resistência da Tradição à Neoigreja. Essa traição da verdadeira resistência do Arcebispo desde o interior da Fraternidade deu origem ao seu número (4), a "Resistência" da FSSPX, na qual sacerdotes dispersos mantêm-se folgadamente unidos para manter a Fé Católica que agora está sendo corrompida tanto na FSSPX quanto no Novus Ordo. Os bons católicos anseiam por menos frouxidão, mas agora meio século de Papas conciliares quebraram essencialmente a estrutura católica. No entanto, seu (5) agora surgiu, o grupo do Pe. Pfeiffer, para o qual a (4) “Resistência” não parecia estar resistindo o suficiente.

Resumindo, dentro de todos os cinco grupos há ovelhas católicas dispersas, conhecidas por Deus, que têm a fé, o desejo e a intenção de serem católicas, mas os Papas conciliares são incapazes de unir os católicos na verdadeira Fé. E como ninguém menos que um Papa em sã consciência pode cumprir essa função, então “o que não pode ser curado deve ser suportado”, até que Deus intervenha. Para que Deus intervenha, que todos os católicos – ou não católicos! – rezem 15 Mistérios do Rosário todos os dias para que a Mãe de Deus interceda perante seu Filho.

Kyrie eleison.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de fazer seu comentário: ele deve ser relacionado ao post, e feito respeitosamente. Reservo-me o direito de não publicar comentários que julgue desnecessários ou desrespeitosos. Os comentários não expressam a minha opinião e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.