quarta-feira, janeiro 22, 2020

Superclasse globlalista e as funções da sociedade

The Individual VS. Globalism - Truth Unsealed



Conforme os estudos do antropólogo Georges Dumézil, as antigas sociedades do ocidente eram divididas em três funções principais: a função soberana de caráter espiritual, a função guerreira e a função produtora.


As funções de soberania e guerra sempre tiveram primazia nas culturas europeias tradicionais, apenas com o advento do mundo moderno que a função econômica ganha força, adquirindo primazia e assim invertendo a hierarquia trifuncional.

Ora, a superclasse mundial que dirige o projeto globalista pertence essencialmente ao estamento dos mercadores e financistas. Deste modo, o mundialismo representa, em última estância, o domínio absoluto da função econômica e a destruição definitiva das funções espirituais, intelectuais e viris.
É o poder econômico e financeiro liberto de qualquer limite e regra.

Não creio ser propriamente o comunismo ao estilo soviético o final deste projeto que atravessa os séculos, pois o sistema mundial se baseia no triunfo e no controle da cultura e de toda vida social pela função e os "valores" mercantis.

Neste esquema a esquerda entra como um elemento coadjuvante, atuando como uma força dissolvente, que visa aniquilar as instituições tradicionais( família, igreja, autoridades, estados, nações) que são obstáculos culturais e morais que impedem a instauração do reinado do dinheiro e das potências anônimas do capital financeiro controladas, evidentemente, por esta superclasse mundial.

Não podemos confundir os atores, concentrando toda a atenção nos agentes secundários, simples soldados que recebem ordens, com as forças principais que comandam furtivamente o processo.
O núcleo central do globalismo não é propriamente o socialismo, a esquerda política, mas a superclasse mundial, as elites econômicas e financeiras cosmopolitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de fazer seu comentário: ele deve ser relacionado ao post, e feito respeitosamente. Reservo-me o direito de não publicar comentários que julgue desnecessários ou desrespeitosos. Os comentários não expressam a minha opinião e são de total responsabilidade de seus autores.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.