segunda-feira, setembro 26, 2011

Dica: assinar Feeds com o Google Reader

0 comentários


Assine o Feed do Borboletas ao Luar. Você pode fazer isso usando o Google Reader, que é uma maneira fácil e rápida de acessar os conteudos dos blogs de seu interesse e ficar sabendo de todas as atualizações deles.

Clique aqui para saber como usar o Google Reader e lembre-se de acrescentar este blog ;)

sábado, setembro 24, 2011

A Guilda: Blog novo no ar!

0 comentários



Blog novo no ar: A Guilda, um blog católico sobre notícias.

Acesse aqui.

quinta-feira, setembro 22, 2011

Rejeitam e inventam

2 comentários



“Quem vos ouve, a mim ouve; e quem vos rejeita, a mim rejeita; e quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou” (S. Lucas, 10-16)

Ao ler trechos do Evangelho como este acima, eu fico pensando em como o ser humano pode ser tão cego que não consiga perceber a clareza de uma afirmação como esta que Nosso Senhor faz. Ele fala tão claramente! Quem rejeita aqueles apóstolos que Ele escolheu (e os seus sucessores, óbvio, pois senão a Igreja teria acabado com a morte deles, coisa impossível, pois Ele prometeu que as portas do inferno não derrubariam a Igreja e que Ele estaria conosco até o fim dos tempos) rejeita o próprio Senhor. 

E como inventam mentiras para tentar encobrir as verdades evangélicas! Como tentam a qualquer custo viver uma vida de acordo com seus achismos, sustentando que suas ideias vieram de sua mente mesmo e não de outras mentes astutas! É triste ver essas pessoas que se julgam muito livres repetindo bobagens inventadas por iluministas, por cientificistas, por espíritas e outros prepotentes de plantão, todas se achando muito independentes, muito não-dogmáticas. Quanta ilusão! Se você perguntar a elas de onde vieram as ideias que defendem, dirão que pensam por si mesmas. Nem mesmo sabem que o que dizem não é mais novidade e que alguém antes delas pensou nisso e espalhou por aí... agora elas repetem as bobagens e se acham superiores aos cristãos. Elas dizem que os cristãos não pensam por si mesmos. Ora, ora, ora, e elas pensam por si mesmas? O que elas defendem hoje já vem sendo defendido há alguns séculos por gente que...odeia a Igreja! Gente que não aceita as verdades evangélicas, gente que nega as palavras de Nosso Senhor.

Falta clareza, falta visão. Mas o que esperar de pessoas cujas mentes estão fora dos trilhos?

terça-feira, setembro 20, 2011

Um mundo de satanistas

0 comentários



"Quem não está comigo, está contra mim; quem não ajunta comigo, espalha." (S. Lucas 11,23)

A vaidade humana parece não ter limites, e o orgulho também. São muitos os homens que adoram novidades e preferem dar ouvidos a mentiras e maquinações diabólicas em vez de escutar o que é de Deus. Hoje em dia então isso é tão comum! Cada qual que opine sobre isso ou aquilo e que busque apaziguar sua consciência com bobagens do tipo "eu faço meu caminho" "eu tenho minhas próprias idéias". Que tolice! Apenas repetem as mentiras que outros antes deles disseram... e ai de quem tentar avisá-los sobre isso, de quem tentar defender que a  verdade é uma só.

Triste mundo moderno, onde as pessoas prestam culto a si mesmas em vez de buscarem Deus. Acham que pensam por si mesmas, mas são na realidade seguidoras de Satanás, o primeiro a achar que poderia fazer as coisas do seu jeito, o primeiro a acreditar em si próprio em vez de colocar a confiança no Senhor.

Percebem como o mundo de hoje está cheio de satanistas?



quinta-feira, setembro 15, 2011

Nossa Senhora das Dores

0 comentários



Hoje, 15 de setembro, é dia especial para a Igreja, dia de celebrar a devoção a Nossa Senhora das Dores.

Leia aqui um bom trecho do livro de S. Afonso de Ligório "As Glórias de Maria", onde ele trata das dores de Nossa Senhora.

Veja aqui a Coroa das Sete Dores da Virgem Santíssima.

Nossa Senhora das Dores, rogai por nós católicos que tanto sofremos em meio a esse mundo cada vez mais esquecido de Deus! 

segunda-feira, setembro 12, 2011

Festa do Santíssimo Nome de Maria - 12 de Setembro

0 comentários



Festa do Santíssimo Nome de Maria - 12 de Setembro

"Em todos os perigos de perder a graça divina, em todas as angústias, em todas as dúvidas, pensemos em Maria, e invoquemos o seu nome juntamente com o nome de Jesus, porque andam sempre juntos estes dois nomes[1]. Não se apartam nunca estes dois dulcíssimos e poderosíssimos nomes, nem do nosso coração, nem da nossa boca. Com eles chegaremos seguros ao porto da eterna salvação. Mas lembremo-nos que, para obter o socorro deste grande Nome de Maria, é necessário que imitemos os exemplos de suas virtudes: Et ut impetres eius orationis suffragium, non deseras conversationis exemplum."

"Não me basta, porém, só pronunciar o vosso Nome; quero pronunciá-lo com amor, pois é o amor que me lembrará de vos invocar com o título de Mãe do Perpétuo Socorro[2]." 

Leia sobre isso aqui e aqui.

Santa Maria, mãe de Deus, rogai por nós agora e na hora de nossa morte!


_________________________________________________
[1] Indulgência de 25 dias cada vez que se invoca o Nome de Jesus, e outros tantos pelo Nome de Maria.
[2] Indulgência de 100 dias.

Lembrete: Festa da Santa Cruz

0 comentários

Lembrando que neste domingo, dia 18, vai acontecer a Festa com bênção com a relíquia da Santa Cruz. Veja as informações:
Para saber como chegar lá, clique aqui.


quinta-feira, setembro 08, 2011

Ela nasceu e trouxe alegria

0 comentários



Ela nasceu e trouxe alegria! Por ela veio ao mundo O Redentor!

Salve 8 de setembro, Natividade de Nossa Senhora!

Glória a Vós, Senhor, por essa obra prima!


As vestes evangelizam também

0 comentários



Ah, se todos os religiosos hoje em dia entendessem como é importante o uso do hábito! Ah se as pessoas entendessem que através de nossas vestes nós deixamos passar algo, de bom ou de ruim. Vejam nessa passagem da vida de São Francisco de Assis a importância das vestes, da modéstia!


Lê se na vida de São Francisco de Assis um episódio que ilustra quanto o cumprimento desse dever pode produzir nas almas um efeito equivalente ou talvez maior que o de um sermão. Certa vez, ele convidou um frade, seu discípulo, a acompanhá-lo:
- Irmão, vamos fazer uma pregação - disse-lhe.
Após percorrerem a cidade em silêncio, São Francisco retomou o caminho do convento. Sem entender o que se passava, o frade perguntou:
- Mas, meu pai, não dissestes que íamos fazer uma pregação? Aqui estamos de volta, e não proferimos uma só palavra... E o sermão?
- Já o fizemos. Não percebes que a vista de dois religiosos andando pelas ruas com estas vestimentas e em atitude de recolhimento vale tanto quanto um sermão? - respondeu o Santo.


São Francisco de Assis, rogai por nós!

 

terça-feira, setembro 06, 2011

Ajude as irmãs Escravas de Maria!

0 comentários



Colabore com as obra das irmãs Escravas de Maria! Elas pedem orações, em primeiro lugar, e contribuições materiais, pois precisam terminar de construir seu convento e mantê-lo também.

Veja aqui imagens do convento.

Aqui, o número da conta para quem quiser ajudar:

Madre Jeanne d'Arc
Banco Bradesco
Ag: 73-6
C/C: 106071-6
Campo Grande - MS
Associação Comunidade Domina Nostra Regina Pacis


quinta-feira, setembro 01, 2011

Limpeza e beleza nas cidades medievais

0 comentários

"De fato ao passo que as cidades medievais tinham perdido a solidez das estradas antigas e tinham se tornado simplesmente "o lugar por onde se passa", as cidades, a partir do século XII, se preocuparam com a limpeza, foram cada vez mais pavimentadas, regulamentaram a eliminação do lixo e das águas usadas, ornaram-se de monumentos que não tinham apenas a finalidade de impor a imagem do poder dos poderosos, mas que obedeciam também a objetivos de beleza. Na Idade Média, a cidade é um dos principais domínios onde se forjou a idéia de beleza, uma beleza moderna, diferente da beleza antiga que desaparecera maisou menos no declínio da estética. Umberto Eco mostrou bem essa emergência de uma beleza medieval incarnada nos monumentos e teorizada pela escolástica urbana."  (Le Goff, Jacques. As Raízes Medievais da Europa. Petrópolis: Vozes, 2007)

"Os regulamentos de higiene e urbanismo multiplicam-se nas cidades a partir do século XII. (...) O senso crescente de ordem e de limpeza, visível no espaço urbano, estranho ao campo, faz progredir o urbanismo.(...) Creio que a conversão ao urbanismo se dá no século XII, não apenas para fazer desaparecer as contrariedades materiais (...) mas ainda sob a influência da arte gótica nascente e do pensamento escolástico em desenvolvimento. Na França, é no século XII, período em que o abade de Saint-Denis, Suger, administra o reino para Luís VI e Luís VII e consagra a arte gótica na construção da nova igreja da abadia de Saint-Denis. A inovação é notável e se propagará em uase toda rede de igrejas do campo. Do mesmo modo que na Itália, o campanário de Veneza é imitado ao longe, nos campos do Vêneto e da Lombardia. A arte gótica e a escolástica das novas escolas urbanas estabelecem, como norma de urbanismo, ordem e luz, matemática e razão, cor e verticalidade. Depois do urbanismo das praças principescas do Antigo Regime, a cidade neoclássica, depois a cidade haussmaniana e, hoje a arquitetura moderna das grandes obras retomarão, da cidade medieval, esta inspiração inovadora." (Le Goff, Jacques. Por amor às cidades: conversações com Jean Lebrun. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1998)

"Em que sentido a cidade é sinônimo de sociabilidade, embora tenha se tornado hoje sinônimo de individualismo e de anonimato? A Idade Média opõe a cidade, lugar de civilização, ao campo, lugar de rusticidade. E, num mesmo movimento, afirma sua altivez num desejo de construir em direção ao céu, uma verticalidade expressa pelas torres medievais de San Gimignano, na Itália, como nas de Manhattan, hoje. A Idade Média criou a beleza artística urbana, dando origem a um novo urbanismo." (Le Goff, Jacques. Por amor às cidades: conversações com Jean Lebrun. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1998)


Trechos transcritos por mim a partir de originais disponibilizados pelo blog Adversus Haereses.