domingo, março 31, 2019

Comentários Eleison: Bispo Huonder

0 comentários
Comentários Eleison – por Dom Williamson
Número DCXI (611) (30 de março de 2019):



BISPO HUONDER

Caro Bispo H., não se pode servir a dois senhores –
Os compromissos na Igreja geram desastres.


Já se sabia bem que o Bispo Huonder (BpH) da diocese oficial de Chur, na Suíça, quando se aposentasse em abril, aos 77 anos, passaria a residir oficialmente em uma escola de meninos da Fraternidade Sacerdotal São Pio X em Wangs, também na Suíça, onde passaria os últimos anos de sua vida. Circulava, inclusive, um rumor, por parte de um colaborador próximo dois Superiores Gerais anteriores da FSSPX, de que esse mesmo Bispo conciliar estava para ser o principal consagrador de dois sacerdotes da Fraternidade para dar, com a plena aprovação do Papa Francisco, dois novos Bispos a ela, talvez depois da Páscoa. Uma data tão próxima para um evento tão significativo pode parecer impossível agora, mas sua lógica era inexorável, dada a política de vinte anos da Neofraternidade de misturar-se com a Neoigreja.

A mesma lógica estava por trás da decisão do BpH de retirar-se para a escola para meninos da Fraternidade em Wangs. Mesmo como Bispo oficial de uma das maiores dioceses da Neoigreja na Suíça, diz-se que ele já teria feito várias visitas à escola, e que havia-se tornado popular entre os sacerdotes da Neofraternidade e os meninos que vivem ali. Mas estaria para cortar todo o contato com a Neoigreja em Roma? Pelo contrário, seu atual porta-voz diocesano anunciou em janeiro que a mudança do Bispo para Wangs em abril “está ligada a uma missão que lhe foi confiada pela Congregação para a Doutrina da Fé, para manter o contato com a FSSPX”. Claramente, o BpH, reputado como amigo pessoal do Papa Francisco, estava planejando atuar como um elo entre a Neoigreja e a Neofraternidade, na esperança de aproximá-las.

A esperança não era necessariamente desonesta. Muitos neoclérigos não veem (ou não verão) o abismo que separa a religião católica de Deus da religião conciliar do homem. Em ambos os lados existe o desejo de fingir que não existe tal abismo. Por um lado, os católicos acham difícil suportar estar fora da estrutura da Autoridade visível da Igreja, enquanto que, por outro lado, os seguidores do Vaticano II precisam ter a segurança de que não romperam com a Tradição imutável da verdadeira Igreja. Podia ser mérito de BpH se ele quisesse-se estabelecer em um ambiente mais católico do que o da diocese oficial, onde ele provavelmente não tem outra alternativa que dar a Comunhão a mulheres jovens mal vestidas, e nenhuma alternativa que a de retirar comentários inteiramente justificados contra a homossexualidade. Mas “um fato é mais forte do que o Lord Mayor”, diz o provérbio inglês.

O fato é que o Vaticano II foi a maior ruptura com a Tradição Católica em toda a história da Igreja. Tomemos, por exemplo, a Neomissa, que está para o Concílio como a prática está para a teoria. Ter-se-ia pedido ao BpH para nunca celebrá-la na escola? Ele aceitaria nunca celebrá-la? E mesmo assim, ele poderia admitir que a teoria e a prática de seu sacerdócio e episcopado têm estado imersas na entrega conciliar da verdadeira Igreja de Deus para o mundo moderno sem Deus? Poderia despojar-se das convicções de todas as suas décadas de imersão na Igreja conciliar? Ordenado sacerdote em 1971 e consagrado Bispo em 2007 com os ritos do revolucionário Paulo VI, ele poderia admitir que para eliminar qualquer dúvida quanto à validade dos Neorritos, ele precisa ser reordenado e reconsagrado sob condição? Ou a Neofraternidade não teria exigido nem uma coisa nem outra? Isso parece mais provável, dada a sua prática recente; mas como os tradicionalistas suíços teriam regido a isso? Ao que tudo indica, o Bispo Vitus Huonder pode ser um homem honesto e bem-intencionado, mas a sua honestidade é conciliar, o que significa que ele é leal a uma corrupção completamente desonesta da Fé e da Igreja Católica.

Infelizmente, em todo o mundo os tradicionalistas da Fraternidade parecem ter-se acostumado à substituição da Fraternidade do Arcebispo Lefebvre pela Neofraternidade. Dom Fellay queria estabelecer a FSSPX dentro dos muros da Roma oficial para que ela agisse como um cavalo de Troia para converter a Roma conciliar. Mas não foi o BpH, mesmo concedendo-lhe toda a boa vontade do mundo, que foi colocado para agir como um cavalo de Troia dentro dos muros da Fraternidade? Poderia-se esperar que a escola em Wangs teria permitido que ele visse o abismo entre a Tradição e o Concílio, mas isso é pedir muito. Alice estava no País das Maravilhas. A Neofraternidade quer estar em Huonderland.

Kyrie eleison.

sexta-feira, março 29, 2019

O Assustador Show Britânico Anti-Monarquia

0 comentários
Por Laura Wood
Traduzido por Andrea Patrícia

Meghan Markle no British Fashion Awards


SUSAN-ANNE WHITE escreve da Irlanda do Norte:

Gostaria de pedir sua opinião sobre um evento que aconteceu esta semana no Reino Unido. Foi o British Fashion Awards.

Eu vi links para ele no Youtube, embora pessoalmente eu não tenha interesse em modas modernas como a maioria é imodesta e vulgar e, por vezes, assustadora.

Na cerimônia deste ano, a Duquesa de Sussex (Meghan Markle) foi uma convidada inesperada e entregou um prêmio à mulher que desenhou seu vestido de noiva. A mulher que anunciou a aparição da Duquesa é uma atriz chamada Rosamund Pike e, na minha opinião, ela parecia andrógina. Alguns da plateia pareciam igualmente estranhos e maus.

Meghan Markle é feminista e, na minha opinião, uma mulher perigosa. Ela estava vestida de maneira imodesta e fez questão de chamar atenção para sua gravidez. As feministas adoram usar roupas apertadas e grudentas quando estão grávidas para transmitir a mensagem de que a gravidez não vai mudar suas vidas ou inibir suas atividades de qualquer maneira ou forma. Algumas feministas usam camisetas tão grudentas quando grávidas que seu umbigo é claramente visto saindo pelo tecido.

Longe vão os dias em que as mães grávidas se vestiam com adoráveis batas femininas e andavam com cuidado para não prejudicar os bebês que ainda não nasceram.

Vale a pena comentar a gravidez de Meghan Markle porque algo não parece certo. Alguns comentaristas no Youtube declararam que é uma gravidez falsa. Eu não sei, mas parece estranho que em algumas fotos ao longo das semanas desde que a gravidez dela foi anunciada, ela não parece nem um pouco grávida ou ela parece mais distante em sua gravidez do que sua data de nascimento dita.

Laura escreve:

Obrigada por escrever.

Quando as mulheres mantinham seu ventre inchado privado, era um sinal de respeito pela sacralidade da gravidez e indicava que a mãe estava contida em sua atividade para não prejudicar a criança.

Mas então tudo o que Meghan Markle usa e faz — incluindo os vestidos transparentes com longas fendas — é deliberado e premeditado por muitas pessoas poderosas. Não há quase nada espontâneo lá.

Meghan, por causa de seu casamento anterior, nem sequer seria considerada legitimamente casada. Ela e Harry constantemente subvertem os costumes reais no como eles se vestem e se comportam. O British Fashion Awards foi basicamente como a maioria dos principais eventos de moda de hoje, exaltando o bizarro e exibindo extrema imodéstia, além de mostrar um alto grau de habilidade e talento em design.

Meghan apareceu para chamar a atenção para sua barriga, notavelmente maior, como você diz, do que em aparições recentes. A maneira como ela mantém seus braços e mãos exatamente na mesma posição, mesmo quando ri, é muito artificial. Seria natural mover os braços um pouco enquanto se dobra, mas é como se eles estivessem engessados porque ela está deliberadamente tentando fazer seu estômago parecer grande. Poderia ser uma gravidez falsa? Claro! Eu não estou dizendo que é, mas certamente é possível. Tenha em mente que Markle tem 37 anos e tem lutado contra a anorexia, o que diminui suas chances de gravidez.

Seja qual for o caso, eu prevejo um grande show de algum tipo em relação a esta gravidez. Eu também prevejo que o bebê será especialmente de pele escura.


O que quer que aconteça com Meghan e Harry, eles são parte de um esforço secreto e altamente financiado para destruir qualquer concepção do que é a realeza nas mentes das pessoas comuns — para destruir o amor a ela, especialmente no coração dos britânicos — para que Superestado globalista possa prosseguir.

Markle é uma farsa real. Mas então a monarquia britânica é uma farsa neste ponto, subvertida pela Maçonaria, uma sociedade secreta internacional altamente poderosa que empurra o globalismo, o desaparecimento total de todos os vestígios da monarquia europeia, e especialmente, como eu disse, a perda de toda a concepção do que a realeza é na mente das pessoas, que naturalmente têm um forte apego a reis e rainhas. A Maçonaria procura minar os conceitos de nação, raça, religião e família para formar uma religião mundial única e um super estado globalista.

Não é possível superestimar os efeitos prejudiciais de uma poderosa sociedade secreta nos altos escalões do governo. O sigilo obviamente destrói a confiança e, quando a máquina da grande mídia multinacional está em seu poder, ela se ocupa do controle mental com um abandono sinistro. Desde a morte da princesa Diana, que quase certamente foi assassinada, os maçons ficaram mais ousados no trono britânico.

A Maçonaria deveria ser proibida em todos os países do mundo, como recomendaram os papas católicos antes do Vaticano II. Para aqueles que querem saber mais sobre isso, eu recomendo As Forças Secretas da Revolução, de Vicomte Leon de Poncins, Freemasonry and the Anti-Christian Movement, de Edward Cahill e a Encíclica Humanum Genus de 1884, do Papa Leão XIII.

A Maçonaria é satânica. Observe o esmalte preto de Meghan. Tudo é premeditado aqui.

Satanás odeia reis e rainhas

quinta-feira, março 28, 2019

Lagerfeld: Imperador da Moda - e o Mundo Trans

0 comentários
Por Laura Wood
Traduzido por Andrea Patrícia

AVISO: ESTA POSTAGEM CONTÉM IMAGENS PERTURBADORAS E IMODESTAS.



A julgar pela aclamação universal e arrebatada da sua morte aos 85 anos de idade incitada aparentemente por todos os órgãos da grande mídia, sua imagem altamente culta de sumo sacerdote vestido de preto, os desfiles de moda hiper-extravagantes que ele fazia, seu culto babilônico de seu gato, sua sexualidade desordenada, seus comentários políticos, sua comitiva de "meninos de Karl", incluindo uma criança — seu "afilhado"; sua proximidade com as mais idolatradas celebridades que são puro lixo, seu desdém por mulheres "curvilíneas" e "gordas" sua celebração da androginia, seus filmes retratando a Europa repressiva dando origem ao multiculturalismo, ao excesso material e às orgias; seu famoso sigilo e seu sucesso na criação de um império global que estrangulou os concorrentes, o estilista Karl Lagerfeld era um insider como poucas pessoas são. Ele estava certamente no ápice dos poderes sórdidos por trás e diante das cenas.

Ele fez algumas roupas bonitas e até femininas em sua longa carreira? Sim ele fez.

Ele era talentoso? Inegavelmente.



Mas Lagerfeld, que desenhou para Chanel e Fendi e criou coleções de moda para varejistas como Macy's e H&M, também espalhou um verdadeiro desdém pela feminilidade e desempenhou um papel importante na criação do feio e oculto jeito vadio que está em toda parte:


Tão enamorado estava ele com o físico do homem magro e adolescente, que é inteiramente plausível que muitos dos modelos de Lagerfeld nos últimos anos não fossem mulheres de forma alguma. De qualquer forma, alguns deles certamente pareciam homens ou meninos em maquiagem e vestidos. A estrutura óssea facial e corpo de Kristen McMenamy (nome estranho[1]), para dar um exemplo, são altamente masculinos:


A alegada filha adolescente de McMenamy também se tornou modelo e tem o torso e o pescoço de um menino:





O escritor irlandês Jeremy James vai longe demais ao dizer que a maioria dos modelos recentes de Lagerfeld eram transgêneros [2], mas eles certamente tinham aparência trans. James escreve:

"O modelo de andrógino – o novo ideal da beleza feminina – é um ataque doentio às mulheres. Por meio disso, elas estão sendo enganadas, rejeitando a graça e a beleza de seus corpos naturais dados por Deus. Isso é imensamente agradável a Satanás, que odeia mulheres naturais e certamente deve ter grande satisfação em fazê-las odiar a si mesmas.

O modelo de andrógino apresenta mulheres naturais com pelo menos 14 "impossíveis" [3] atributos corporais que elas possivelmente não podem esperar adquirir, mas que, no entanto, anseiam em sua busca humana normal por maior atratividade:

1. Pescoços impossivelmente longos
2. Braços impossivelmente longos
3. Pernas impossivelmente longas
4. Braços impossivelmente finos
5. Pernas impossivelmente finas
6. Testas impossivelmente altas
7. Quadris impossivelmente estreitos
8. Cinturas impossivelmente estreitas
9. Ombros impossivelmente largos
10. Costas impossivelmente retas
11. Bumbuns impossivelmente firmes
12. Bochechas impossivelmente proeminentes
13. Olhos impossivelmente grandes
14. Impossivelmente poucas curvas.

Em última análise, a Nova Ordem Mundial pretende produzir uma população pseudo-feminina de andróginos…

Esta é a versão de Eva de Satanás, uma paródia ofensiva do que Deus criou no começo quando Ele formou Eva a partir do corpo de Adão. Satanás quer copiar Deus de todas as maneiras possíveis, então ele tomou o homem e fez uma "nova mulher" de sua carne. Além de seus muitos atributos perturbadores, essa "nova mulher" não tem útero. Ela não pode conceber e dar à luz filhos. Ela é exatamente o tipo de "mulher" que Satanás quer: estéril, infértil, árida.

No último meio século, ele enganou a maioria dos países do mundo a introduzir o aborto sob demanda: a destruição deliberada do fruto do útero. Ele agora quer destruir o útero em si."

Modelos andróginos

Mesmo alguém tão poderoso quanto Lagerfeld não pode derrotar o grande equalizador. Mas ele deixa para trás um mundo da moda que trabalha para mulheres, mas detesta a mulher natural. Como muito em nosso mundo, é uma inversão do que é belo e verdadeiro.

O principal patrocinador de Lagerfeld na Chanel tem sido o par muito particular de irmãos, Alain e Gerard Wertheimer.

"Há uma pessoa divina em todo o negócio, e esta é Alain Wertheimer. Se não fosse por ele, nunca funcionaria. Ele e eu fizemos um pacto, como entre o Diabo e Fausto, e ele está 100% atrás de mim. Então eu posso fazer o que eu gosto, quando eu acho que deveria fazê-lo: mesmo que a ideia política ou comercial seja o oposto do que eu deveria ter”, disse ele.


______________________________
Notas da tradutora:

[1] McMenamy: é realmente estranho, repare que há um homem escondido no nome, men. Isso se repete em muitos nomes de modelos, atrizes cantoras, celebridades em geral. Veja aqui e aqui uma lista interessante (há imagens imodestas, cuidado!). Não estou afirmando que todas aí são homens, mas é no mínimo esquisito que isso se repita com tanta frequência no mundo das celebridades. Como eles são satanistas, não duvido que estejam mesmo envolvidos com algo assim.

[2] Eu que Jeremy James pode estar certo, pelo que tenho visto a maioria das ditas modelos do mundo fashion são na verdade homens transsexualizados. Não acredito que sejam todos, acredito que haja também quem simplesmente tenha a aparência andrógina e que por isso mesmo tenha espaço no mundo da moda e das celebridades em geral.

[3] Conheço mulheres, pouquíssimas, com algumas características masculinas, mas não conheço nenhuma que tenha todas ou quase todas as características masculinas descritas no post. Mas ao reparar no mundo das celebridades fiquei chocada ao constatar que muitas delas possuem todas ou quase todas as características "impossíveis" de serem encontradas em corpos femininos. Isso é muito perturbador e, no mínimo, estranho.

*Este post inaugura a tag "transmundo", onde tratarei do assunto transsexualismo no mundo moderno.

quarta-feira, março 27, 2019

Irmã Lúcia, a impostora?

0 comentários


Foi lançado o website com evidências sobre a fraude a respeito da Irmã Lúcia de Fátima. Acesse e confira os relatórios com medições faciais, análise da caligrafia, análise da arcada dentária e mais, tudo feito por especialistas gabaritados. Em inglês:

https://sisterlucyimposter.org


Em tempo: Não li tudo ainda, não tenho cem por cento de certeza, mas é no mínimo muito estranho tudo isso. 

domingo, março 24, 2019

Comentários Eleison: Os Tribunais Concluem

0 comentários

Comentários Eleison – por Dom Williamson
Número DCX (610) (23 de março de 2019):


OS TRIBUNAIS CONCLUEM


"A verdade é poderosa e prevalecerá"
E os estados que se apoiam em mentiras haverão de fracassar.

No último 31 de janeiro, o Tribunal Europeu de Direitos Humanos anunciou sua tão esperada decisão de rejeitar a apelação do autor destes “Comentários” contra sua quase unânime condenação por sete diferentes tribunais de justiça na Alemanha durante vários anos pelo “crime”, segundo a lei alemã, de questionar em solo alemão, em novembro de 2008, se Seis Milhões de pessoas foram realmente gaseadas sob o Terceiro Reich. Os dois advogados de defesa alemães fizeram uma tentativa honrosa de defender o seu cliente mais politicamente incorreto, mas estavam lutando com uma mão amarrada nas costas, porque a lei alemã os proibia de tomar posição sobre a verdade histórica. Em vez disso, na Alemanha, como em muitos países de hoje, a verdade não é a medida dos interesses privados, e sim esses interesses privados se tornaram a medida da verdade.

Mas como pode a verdade ter sido destronada? Assim como o próprio Deus Todo-Poderoso, a Verdade é a Número Um, ou não é nada. O próprio Deus pode ser o Número Um somente, porque Ele é o Criador infinitamente superior a toda a Sua Criação. A verdade é a Número Um porque se a definimos como a concordância da mente com a realidade, então qualquer diminuição ou contradição da verdade, qualquer preferência por uma não verdade àquela verdade que a não verdade nega, significa uma perda de controle correspondente da minha mente sobre a realidade, e com isso um deslizamento maior ou menor de todo o meu ser até a fantasia e a mentira. Portanto, é óbvio que nas leis e tribunais de qualquer nação, a verdade é de suma importância. Não devem as testemunhas em um tribunal normal jurar “dizer a verdade, toda a verdade e nada mais que a verdade”?

Eis por que contem-se os grandes legisladores como fundadores de suas nações, como Moisés dos israelitas, Sólon dos atenienses e Licurgo dos espartanos, porque eles estabeleceram o marco de justiça entre seu povo, dando a cada um o que lhe é devido, tornando possíveis as relações sociais e as sociedades. Mesmo a sociedade de vinte e dois homens em um humilde jogo de futebol precisa de seu próprio administrador de justiça, o árbitro. E ele não pode agir como árbitro sem a verdade. Isso foi um lance honesto ou foi uma falta? Que em justiça um jogador mereça uma pena ou não, depende da verdade do que realmente aconteceu. Assim, viver em sociedade só é possível com uma medida de justiça, e a justiça só é possível com uma medida de verdade. Bendita é a nação que tem legisladores e juízes que recompensam o que é verdadeiramente reto e punem o que é verdadeiramente mau.

Vejamos agora as leis e os tribunais que punem qualquer questionamento sobre o assassinato de Seis Milhões de vítimas na Segunda Guerra Mundial. Foi este um fato histórico ou não? Se for verdade, então questioná-lo pode ser mau se o dano causado for suficientemente mau, mas se o assassinato nunca ocorreu, então está em conformidade com a verdade questioná-lo, e fazê-lo não só não é mau, como é positivamente bom. Pois se os Seis Milhões são um mito monstruoso que pesa sobre as mentes das pessoas como o dogma fundamental daquilo que atua como sua religião falsa, não sou eu um libertador se ajudo a libertar suas mentes da mentira? “A verdade vos libertará”, diz Nosso Senhor (Jo VIII, 32). Não está claro como o dia que se os Seis Milhões nunca foram assassinados, então questionar esse assassinato merece uma grande recompensa da sociedade, e não uma punição?

Ora, os políticos e seus interesses privados podem tergiversar sobre a verdade até certo ponto, mas a verdade é de tal força universal que não pode ser totalmente suprimida. Portanto, o juízo comum dos historiadores sérios, baseado em provas objetivas, ainda pode-se levantar contra os interesses privados mais poderosos. Tal é o caso do “gaseamento” de “seis milhões” de vítimas sob o Terceiro Reich. Os interesses privados podem reclamar o que quiserem, mas não podem mudar os fatos objetivos de setenta e cinco anos atrás. E o que os pesquisadores sérios que investigam esses fatos têm alegado cada vez mais é que o "gaseamento" nunca aconteceu.

Portanto, com leis que proíbem tal negação, qualquer estado estará construído sobre areia. Que todos os estados tenham o cuidado de não aprovar tais leis que coloquem a verdade em segundo plano, porque, no mínimo, neste caso, a verdade histórica – em oposição à “verdade” emocional – não necessariamente estará do lado deles.

Kyrie eleison.



quinta-feira, março 21, 2019

O Medo do Atraso

0 comentários
Foto cedida por Architectural Revival no Twitter


“O que acontece agora com a arte modernista dominando por tanto tempo é que não temos mais arte. A maioria dos museus de arte moderna para mim poderia ser fechada sem qualquer interesse. Meu teste é sempre assim: se você pegar um pedaço da chamada arte moderna e colocá-la ao lado das lixeiras e do lixo no pátio e ela for retirada, não é arte  porque qualquer pessoa com alguma sensibilidade ou inteligência irá reconhecer um trabalho de arte. Tem algo mais sobre isso do que apenas lixo.

É aqui que chego ao paralelo da música e da arquitetura. Construir um complexo muito grande é um trabalho sinfônico. Se você construir um grande complexo ao longo de vinte ou trinta anos – como construir uma cidade – precisará de alguma disciplina que garanta a harmonia das partes, apesar do contraditório dos usuários que vão habitá-lo. Você precisa de alguma disciplina simples, que pode ser entendida e compartilhada por um grande número de pessoas. É disso que se trata a arquitetura tradicional; e é por isso que temos esses incríveis tesouros da arquitetura tradicional ainda sobrevivendo, apesar da vontade de deformá-los ou destruí-los ou eliminá-los ”.

- Leon Krier, “The Fear of Backwardness”

Traduzido de Thinking Housewife

segunda-feira, março 18, 2019

Comentários Eleison: Um Convertido Hoje – III

0 comentários

Comentários Eleison – por Dom Williamson
Número DCIX (609) (16 de março de 2019):



Um Convertido Hoje - III

Deus não pode abandonar uma alma,
Que já não O tenha abandonado primeiro.

Caríssimo jovem amigo,

Há duas semanas, estes “Comentários” relataram a história de sua conversão, do deserto de uma universidade moderna à verdade da Fé católica. Terminou com o seu pedido de conselho, porque você mesmo percebeu que Deus lhe havia dado a Verdade, mas precisava-se orientar mediante uma situação muito confusa na Igreja e no mundo. No número da semana passada dos "Comentários" deram-se conselhos básicos que são válidos para um convertido católico em geral, ou seja, em todos os tempos e lugares. Este número se ocupará de oferecer-lhe os conselhos particulares recomendáveis para que veja onde se encontra no caos atual da Igreja, sem precedentes em todos os vinte séculos da história desta.

A crise é sem precedentes porque o mundo terá apenas um final, e estamos-nos aproximando dele. Veja a descrição de Nosso Senhor mesmo dos últimos tempos (Mt XXIV; Lc XXI), e veja a advertência de São Paulo, que data de aproximadamente 67 d. C., para estes tempos (II Tim. III, 1-9), especialmente os versículos 5 e 8: os homens estarão com a “mente corrompida, serão réprobos em relação à fé”, “terão aparência de piedade, mas negando o que é a sua força. A estes, afastai-os de ti”. Um excelente conselho para 2019 d.C., porque é importante perceber que hoje os homens em geral e os católicos em particular não são em seu conjunto “normais”, mas homens que se encontram em um extremo equivocado de um longo processo de degeneração. O propósito de tal realização não é nem desprezá-los, nem desesperar-se, mas tomar a medida certa do que significa viver como católico em um mundo pós-cristão e anticristão. Em Deus isso pode-se fazer: “Tudo posso naquele que me fortalece” (Fl. IV, 13).

O caos na Igreja é especial hoje em dia porque nunca antes do Vaticano II, nos anos 60, a Igreja oficial em Roma havia-se afastado oficialmente da Fé Católica. Ora, a Verdade Católica e a Autoridade Católica foram projetadas por Nosso Senhor para andar de mãos dadas – quando Pedro for confirmado na Fé (Verdade Católica), então deve confirmar os outros Apóstolos (Autoridade Católica – Lucas XXII, 32). Assim, a Verdade é o propósito da Autoridade, mas ela precisa de autoridade para protegê-la. Cada um precisa do outro, mas no Vaticano II elas se separaram, porque os Papas, os Cardeais e os Bispos (a Autoridade), magnetizados pelo mundo moderno, renunciaram à antiga religião (a Verdade). De agora em diante, todos os católicos deviam ser esquizofrênicos – ou se agarravam à Verdade e abandonavam a falsa autoridade, ou se agarravam à Autoridade e abandonavam a Verdade, ou encontravam seu caminho em algum campo intermediário. De agora em diante, cada ovelha católica tinha de buscar seu próprio caminho através da cerca de espinhos estabelecida pelos maus pastores do Vaticano II.

A julgar pelos frutos (Mt. VII, 15-20), o modo de Dom Lefebvre resistir aos falsos pastores sem deixar de reconhecer sua autoridade provou ser uma das maneiras mais frutíferas de lidar com a confusão deixada pelo Concílio, mas seus sucessores à frente de sua Fraternidade não se mostraram fiéis ao seu equilíbrio entre a Verdade e a Autoridade. Mesmo agora muitos estão se arrastando de volta para a falsa Roma, quando ela é mais falsa do que nunca! Que isto seja uma advertência para você do perigo de pensar hoje que a aparência de catolicismo é a mesma coisa que a sua substância. Então, como você sabe onde se encontra a substância? A melhor resposta é a de Nosso Senhor, que se acaba de mencionar: julgue pelos frutos. Por quais frutos? Pela fé sobrenatural, tal como Deus acaba de lhe dar para que a entenda, e pela caridade sobrenatural genuína.

Em seguida, misture-se por um tempo com todos os tipos de católicos, mas ouça mais do que fale. Não tenha pressa para buscar uma vocação, porque Deus nunca está com pressa (Gál. I, 18; II, 1). Tenha uma confiança ilimitada em Sua Sabedoria e em Sua Providência, e tenha cuidado para não agarrar-se incondicionalmente a qualquer líder ou a quaisquer líderes humanos, até que Deus coloque Sua Igreja em pé novamente (como Ele certamente o fará). Honre sempre seu pai e sua mãe, por mais equivocados que eles pareçam estar (Deus não lhes deu a graça que Ele lhe deu). Tenha uma compaixão ilimitada pela multidão de almas confusas ao seu redor, mas nunca confunda a sinceridade subjetiva com a verdade objetiva. Ame a Mãe de Deus, e reze todos os dias, enquanto você puder, todos os 15 Mistérios de Seu Santo Rosário. E que Deus esteja com você.

Kyrie eleison.

quinta-feira, março 14, 2019

Vacinas e aborto

0 comentários


Leiam o artigo, assistam o vídeo, e tirem suas próprias conclusões:

A Indústria Farmacêutica Está Essencialmente Fabricando Vacinas a Partir de Bebês Abortados


O autor do vídeo não é católico, mas isso não invalida o que ele informa no vídeo. É chocante.


Quanto a vacinar, cada um que resolva o que fazer, não vou dar conselhos sobre isso.

domingo, março 10, 2019

Comentários Eleison: Um convertido hoje – II

0 comentários

Comentários Eleison – por Dom Williamson
Número DCVIII (608) (9 de março de 2019):


UM CONVERTIDO HOJE – II


"Onde há uma vontade de ir para o céu, há um caminho."
E diz Bento aos cristãos: “Ora e trabalha”.

Caro jovem amigo,

Parabéns por ter recebido de Deus graças importantes de conversão que lhe dão uma oportunidade de salvar sua alma para a eternidade! Pois você pode cair na beira da estrada como qualquer um de nós (I Cor. X, 12), no caminho estreito que leva ao Céu (Mt. VII, 14); mas se você quer chegar ao Céu, então com a graça de Deus você o fará, apesar de qualquer coisa que o mundo, a carne e o diabo possam atirar em você. Pois não se engane: você e eu estamos vivos e somos católicos para salvar nossas almas amando a Deus e amando nosso próximo como a nós mesmos. Destes dois Mandamentos pendem toda a Lei e os Profetas, ontem, hoje e amanhã, até o fim do mundo. Nem mesmo o mundo moderno muda esses fundamentos.

Portanto, a situação atual da Igreja e do mundo pode parecer mais assustadora do que nunca, mas você não precisa deixar-se assustar. "Pois tenho certeza", disse São Paulo "que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas presentes, nem as coisas futuras, nem as potestades, nem as alturas, nem os abismos, nem qualquer outra criatura pode-nos separar do amor de Deus em Jesus Cristo Nosso Senhor” (Rom. VIII, conclusão). No entanto, há uma coisa que pode-nos separar de Deus, e que enche o Inferno com as almas condenadas da maioria dos seres humanos que já viveram ou viverão (Mt. VII, 13): é o pecado. Portanto, no que quer que você faça, “Trabalhe a sua salvação com temor e tremor” (Fil. II, 12), porque a perspectiva da condenação eterna é horrível demais para pensar-se, e mantenha constantemente diante de sua mente os Novíssimos: Morte, Juízo, Inferno e Céu. E fique próximo, sempre que for razoavelmente possível, aos Sacramentos, especialmente da Confissão e da Missa, para viver regularmente em estado de graça.

Nesse contexto, para salvar as nossas almas, Nossa Senhora sabe que os tempos modernos tornam a vida católica difícil, e por isso ela nos deu um remédio especial: os Cinco Primeiros Sábados. Descubra tudo sobre eles, em todos os detalhes, especialmente por meio de https://stmarcelinitiative.com/wp-content/uploads/2016/04/fatima-flyer.pdf, e em seguida faça-os o mais breve e fielmente possível, porque qualquer católico que os conheça e não aceite a oferta de Nossa Senhora desse meio de salvação tão fácil precisa que se lhe examinem a cabeça. Sua oferta é muito generosa para ser verdade? Não, ela sabe exatamente o que você aprendeu da maneira mais difícil, ou seja, que o materialismo ateu de hoje, as mentiras e a corrupção, a comodidade e a liberdade excessivas atuam como obstáculos entre seus filhos humanos e seu divino Filho, de modo que aqui está a sua resposta. Fazendo exatamente o que Ela pede, você também estará fazendo o máximo que pode para obter para o Papa a graça de consagrar a Rússia ao Seu Coração, que é a chave que Deus nos deu para desvendarmos os problemas universais de hoje.

Enquanto isso, no nível sobrenatural, use o tempo que tiver atualmente disponível para orar e estudar. Ore o máximo que puder a cada dia dos 15 Mistérios do Rosário, a maior oração depois da Missa, e estude tudo o que puder colocar em suas mãos sobre o que disse e escreveu Dom Lefebvre, o guia de Deus através desta crise sem precedentes da Igreja. Leia também quaisquer outros livros católicos (anteriores à década de 1960) que lhe interessem. Livros corretos, mas pouco interessantes, não lhe darão tanto. Da mesma forma, explore a Internet, mas tenha cuidado, pois nela os tesouros estão cercados por armadilhas. Por todos os meios, procure conhecer uma variedade de sacerdotes católicos, e aprenda com cada um deles, mas não a ponto de confundir-se. Visite as comunidades e fique o tempo que for bem-vindo em qualquer ambiente onde você encontrar Deus.

E por último, no nível natural, procure por todos os meios um trabalho honesto se você achar que, como homem, está saindo de seu equilíbrio sem ele, mas evite comprometer-se em longo prazo até estar seguro de ter encontrado a vontade de Deus para você. Da mesma forma, trate as meninas de modo cortês e evite escolher uma esposa até que você tenha encontrado o trabalho de sua vida. Uma garota sábia se afasta de um homem que ainda não encontrou seu trabalho.

E que Deus o abençoe e que Sua mãe o proteja. Vaya con Dios!

Kyrie eleison.

sábado, março 02, 2019

Comentários Eleison: Um Convertido Hoje - I

0 comentários

Comentários Eleison – por Dom Williamson
Número DCVII (607) (2 de março de 2019):


UM CONVERTIDO HOJE – I


Um homem que só quer a vida eterna,
Pode com Deus sempre elevar-se acima da contenda.

Um colega acaba de escrever para dizer ao editor destes “Comentários” que a situação da Igreja é muito pior do que ele imaginava: “É uma ilusão pensar que podemos restaurar as coisas. Devemos ser fiéis e salvar as poucas almas das quais Deus se servirá quando chegar o momento”. Este editor está de pleno acordo, e pensa em uma frase da Eneida de Virgílio (II, 353): “Para os condenados, a esperança está em renunciar a toda esperança”. No entanto, para um seguidor de Cristo, confiar no homem é tolice, mas desconfiar de Deus é uma tolice incomparavelmente maior. Aqui está um e-mail recentemente enviado para o editor que mostra claramente Deus Todo-Poderoso trabalhando, convertendo uma jovem alma que estava anteriormente afastada d’Ele. Nos "Comentários" desta semana, ele pede o conselho que, pelas próximas duas semanas, ser-lhe-á oferecido.

Excelência,

Sou um jovem um pouco desesperado, porque não sei o que fazer. Talvez Vossa Excelência possa-me dar um conselho. Deixe-me expor-lhe brevemente meus antecedentes.

Até os dezoito anos eu era um adolescente "normal", completamente iludido, porque aceitava tudo o que o novo mundo moderno me dava. Tentei-me encaixar nele, mas sempre sentia que ia de encontro à natureza humana, e, no fundo, faltava alguma coisa. Embora eu fosse batizado, nunca tinha vivido como católico, nem realmente pensado em Deus, pois estava muito envolvido com o mundo material ateísta. No entanto, eu era um bom aluno, e meus pais podiam pagar pelos estudos, então aos dezoito anos fui para a universidade estudar Administração. Mas depois de um tempo, pela graça de Deus, comecei a ver que as coisas não eram, afinal, como a mídia e as pessoas as retratavam. Cheio de raiva e de desprezo pela sociedade moderna por causa das mentiras e da corrupção, abandonei a universidade e tentei a Academia dos Oficiais do Exército, já que eu estava sempre fisicamente em forma e pronto para enfrentar a "branda sociedade esquerdista".

Mas esse também não era o plano de Deus para mim. No campo de treinamento, Deus me deu a imensa graça de começar a converter-me, e de fortalecer minha fé. Quando, pouco depois, saí, eu era uma pessoa diferente, não mais cheia de raiva e de desprezo, mas decepcionada e perdida. Eu tinha percebido o quão fraca minha geração é por causa de nosso ensino e de nossa paternidade liberais, e como é difícil neutralizá-los. Estamos tão arraigados na comodidade e na total liberdade para fazermos o que queremos, que nos tornamos inúteis. Mas meus pais liberais continuaram a pressionar-me contra a minha vontade para ir para a universidade, e então eu tive de fazê-lo – isso não faz muito tempo. Naquele momento, Deus me fez encontrar a FSSPX e a “Resistência”, graças a Dom Lefebvre. Minha fé começou a crescer rapidamente, porque eu estava recebendo a Verdade. Comecei a ler a Bíblia e a pesquisar sobre os problemas da Igreja Conciliar e do mundo moderno, e comecei a rezar os quinze mistérios do Rosário, já que não há nenhuma Missa Tridentina nas proximidades.

Então agora estou pensando no que devo fazer. Sinto o desejo de renunciar à vida material, de aproximar-me de Deus e de aprofundar-me na Fé, para aprender tudo sobre o catolicismo e converter os demais, mas como sou jovem e não tenho nenhuma habilidade, pensei que seria melhor primeiro aprender uma habilidade prática – como a carpintaria, por exemplo. Nesse momento, nem sequer excluiria uma vocação sacerdotal. Minha maior luta foi tentar raciocinar com meus pais e convertê-los, mas eles pensaram que eu estava maluco ou que tinha tido um colapso, e desde então tem havido grandes discussões em casa sobre o fato de eu não querer ir para a universidade. Assim, eu não sei o que fazer. Estou só, ninguém na minha família ou entre os meus amigos é católico tradicional. Como ainda estou desempregado, pensei em mudar-me para não muito longe de onde há uma comunidade católica tradicional. Que conselho o senhor pode-me dar?

Kyrie eleison